De onde vem a contenda?

De onde vem a contenda?

Escrito por: I.M. Larsen | Publicado: terça-feira, 14 de maio de 2013

O pequeno menino de Paso Flores na Argentina observa a pequena reunião. Ele reconhece que puxa muito para baixo a média de idade da igreja. „O que faço aqui?“, pensa ele.

É o ano de 1988, e Juan Carlos Maier, chamado de Hansi, tem 14 anos de idade. A família dele descende da Alemanha. Eles faziam parte de uma comunidade de fé bastante conservadora, com um entendimento radical, muito contrário ao entendimento da igreja alemã. As autoridades alemãs deram a eles duas escolhas: ou encerram suas atividades de igreja ou, teriam que deixar o país. A igreja escolheu o último. Pouco tempo depois o grupo de aproximadamente 80 pessoas estava a caminho da América do Sul.

Na América do Sul em pouco tempo a comunidade minguou de 80 para 30 pessoas, porque desunião e separação rasgou eles. Nem leis ou regras conseguiu mantê-los unidos.

O pequeno menino de Paso Flores na Argentina observa a pequena reunião. Ele reconhece que puxa muito para baixo a média de idade da igreja. Ele tenta entender o que o pastor idoso está contando, mas ele desiste. „O que eu quero aqui?“, ele pensa consigo. Mas a resposta ele sabe em parte: Desde o último ano ele sente um desejo inexplicável, mas o que isso vem a ser ele não consegue dizer com clareza.

Ele sente um desejo inexplicável nos últimos anos, mas o que isso é, ele ainda não pode dizer com clareza.

Hansi olha para sua mãe. Ela parece triste. Ela e seu pai falavam muito e oraram a Deus. „Nós precisamos de um avivamento“, ele ouviu a mãe dizendo hoje cedo.

Eu fui equipado para o serviço de Jesus.

Alemanha 1988: „Stefan, você pode vir aqui um pouco?“ Isso é novo, não é todo dia que Stefan é chamado para a sala do chefe. O chefe fala, explica gesticulando, mas de repente ele pára: „Stefan, você ouve o que eu digo?“ O chefe olha preocupado para Stefan. Mas o rosto de Stefan irradia alegria. „ Deus, você é demasiadamente bom para mim“, ele pensou consigo mesmo. As particularidades que o chefe tentava explicar a ele não são importantes. Ele captou o detalhe essencial e isso é suficiente: Não temos mais trabalho para você. Stefan pega seu casaco e balança amavelmente a mão do chefe antes de sair do escritório e ir apressado pelo caminho.

Dois dias antes Stefan e um bom amigo orou profundamente a Deus. Nos últimos tempos os dois tinham orado muito, mas dessa vez algo muito especial veio sobre esses dois jovens no caminho de casa. Stefan, que já havia recebido o batismo do Espírito Santo, agora percebeu que recebeu um novo e mais forte batismo do Espírito.

„Aquela vez eu não entendi bem, mais tarde eu entendi que naquela noite fui batizado com o Espírito Santo, para fazer algo para Jesus “,conta Stefan agora, 24 anos depois.

„Diante de mim eu via famílias e pessoas que ainda não tinham ouvido nada dessa mensagem libertadora. Eu sentia assim: Não pode depender de mim o fato das pessoas não ouvirem o evangelho. Eu sentia uma responsabilidade em estar junto no trabalho de ajudar outras pessoa a encontrarem a mesma vida que eu experimentei e que me fez tão feliz. “Eu pedi a Deus por um sinal, do que deveria que fazer.”

„… Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado.“

E exatamente isso Stefan recebeu nesse dia na sala do chefe, o que levou a essa reação inesperada, quando ouviu uma notícia negativa, a princípio. Para Stefan isso é uma confirmação da vocação, e do desejo que tinha em seu interior há tempos por estar junto no campo da missão:

„Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos..“ (Mateus 28, 19-20)

Depois que Stefan foi dispensado do trabalho, ele foi rapidamente para um bom amigo Friedrich Holzwarth, que é um grande exemplo para ele. Holzwarth é um dos muitos exemplos para Stefan de que o evangelho da vitória sobre o pecado funciona na prática. Holzwarth já fez missão muitos anos, e Stefan percebe que é o mesmo amor a Jesus que ele mesmo sente, a força motriz no serviço de Holzwarth.

Stefan percebe que a força motriz é o amor a Jesus.

Orações ouvidas

Paso Flores 1988. Está acontecendo uma conversa animada na casa da família Maier. Eles ouviram o boato de que vão receber hoje a visita de um pregador alemão. Mãe e pai falam alegremente um com o outro. Eles percebem que receberam a resposta das suas orações.

Um homem de meia idade entra na sala de reuniões. A mãe de Hansi olha curiosa e analisa ele. Ela está curiosa para saber o que ele tem em mente. Mas o homem simplesmente entra e senta com os outros ouvintes. Depois de pouco tempo ela vê surpresa que lágrimas correm pelo queixo dele.

Depois de pouco tempo lágrimas escorrem pelo seu queixo.

„Vocês tem um problema!“

O que Holzwarth vê sobre essa reunião faz com que ele fique muito triste e desanimado. Nenhuma oração, nenhuma palavra viva, nada além de algumas histórias que um homem mais velho conta. A reunião acabou, e ele mal sabe se pode chamar isso de uma reunião.

A reunião se dá conta do seu estado. Muitos dos que ali estão oraram por avivamento. Eles tinham um desejo pela vida de Jesus, mas estavam presos em desunião e inquietação. Ver o homem alemão causou uma grande impressão neles. Nunca antes tinham visto alguém chorar por eles.

„Agora dobramos os joelhos e oramos a Jesus “, diz Holzwarth. Pela primeira vez, depois de muitos anos, o grupo orou junto! „Vocês tem um problema!“, ele diz então: “E isso porque vocês não conseguem perdoar um ao outro!“ A mãe de Hansi percebe uma confirmação em si. Esse é exatamente o problema. Desde quando ela se lembra, eles sempre apontaram o dedo para o outro quando tinha problemas na igreja. Isso levou a contendas e desunião.

„De onde vem toda a inquietação?“

O hóspede alemão vem com uma mensagem que acerta diretamente os corações:

„De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?“, lê Holzwarth de Tiago 4,1 antes de ler em Romanos 7,18 e continuar:

„Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.“

A mensagem é clara. Então o problema não são os outros, mas sim o pecado nato que mora na natureza humana!
Felizmente existe um salvador, Jesus, que foi um homem igual a nós e com as mesmas tentações para pecar. Ele pode nos libertar!

A mensagem é clara. Então o problema não são os outros, mas sim o pecado nato, que mora na natureza humana!

„Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.“ (Hebreus 4,15-16.)

„Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará...Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.“ (João 8,31, 32 e 36)

Evangelho na prática

Em Paso Flores  Holzwarth vivenciou algo que não é muito comum experimentar. Esta aceitação imediata mostra que a assembléia estava em uma grande angústia sobre a sua própria situação. Onde outros reagiam com desprezo para a mensagem de vitória sobre o pecado, aqui ela foi aceita de braços abertos. Holzwarth encontrou aqui pessoas com um desejo e fome pela verdade, eles apenas precisavam ajuda para poder vê-la.

Paso Flores 1990. Pela primeira vez na história acontece uma conferência em Paso Flores. Vários irmãos da Brunstad Christian Church estão presentes. Hansi sente como lágrimas saem dos olhos. O jovem que Holzwarth trouxe da Alemanha fala com um entusiasmo e zelo que impressionam ele fortemente.

Isso não é uma teoria seca, mas um homem que fala diretamente da sua vida. É fácil de perceber que ele gostaria muito que cada um que está presente na reunião entenda do que ele está falando.

Hansi também conta que Stefan não falava apenas a palavra de Deus, mas também levava eles para pescar e caçar. „Stefan Hofmeister irradiava algo de Deus “, Hansi se lembra muito bem. „E era justamente essa vida pela qual eu tinha desejo e que agora eu via viva na minha frente.“

Isso não é uma teoria seca, mas um homem que fala diretamente da sua vida.

Uma decisão difícil

„Ele tinha um cuidado enorme por mim, particularmente. Isso me impressionou muito! Ele me deu muitos conselhos importantes que foram decisivos para mim “,diz Hansi e conta da decisão que ele teve que tomar como jovem de 19 anos:

„"Depois de seis anos de escola técnica em uma cidade grande, muitas horas longe da minha casa, eu tenho uma oferta para um trabalho muito lucrativo em um instituto de pesquisa na mesma cidade“, conta Hansi. „Também foi uma fase crítica na minha vida como cristão. Apesar de saber como deveria viver, eu não tinha força nem fé que poderia receber vitória sobre as minhas paixões. Eu sabia que precisava a força e a comunhão que recebia em Paso Flores se quisesse que acontece algo na minha vida de cristão.“

Isso foi uma decisão difícil pra Hansi. Um dia desses, enquanto Hansi e Stefan estavam em uma caçada, ele recebeu um conselho claro de Stefan: „Se você continuar morando lá, então tem o perigo de que não alcanças muito na vida cristã “. Stefan oferece a  Hansi ser o tradutor dele para o espanhol em suas viagens. Hansi sente na hora a confirmação em seu coração: Sim, isso tenho que fazer.

Depois disso seguiram vários anos importantes para Hansi, nos quais ele acompanhou Stefan nas suas viagens na América do Sul, a fim de cultivar os contatos que Holzwarth fez anos anteriores.

Nunca antes tinha conhecido uma pessoa que esta interessado tão pouco consigo mesmo e sim tem um grande amor e cuidado pelas outras pessoas.

„O que causou grande impressão sobre mim foi a maneira como Stefan falava com as pessoas, como encontrava elas afim de chegar mais próximo das suas vidas“, diz Hansi. „Nunca antes tinha conhecido uma pessoa que esta interessado tão pouco consigo mesmo e sim tem um grande amor e cuidado pelas outras pessoas.“

Nessa época oramos muitas vezes juntos a Deus, e não demorou muito para que eu recebesse a força e a fé a qual eu tinha almejado tanto. O espírito santo me deu toda a força que eu precisava para vencer.

Suiça 2012:  Stefan conta muito dedicado do trabalho na América do Sul. Ele conta de como Deus mandou ele diretamente para pessoas como Hansi e sua família, por exemplo.

De milhares alguns poucos só se destacam

„Somos totalmente dependentes das ações do Espírito Santo para encontrar essas pessoas“, conta Stefan. „Aqui acontece o simples começo da nova igreja. De milhares de pessoas algumas apenas se destacam por estarem interessadas na mensagem da vitória sobre o pecado, e depois passam 5 anos, depois 10 anos e um após o outro se juntam. E ao final temos uma pequena igreja com força brotando, na qual a palavra de Deus pode entrar e se acendeu sua ação.

Não é fácil encontrar o caminho sozinho

Hansi Maier conta como Stefan trabalhou juntamente com outros para edificar o corpo de Cristo em Paso Flores. (1. Coríntios 12,12-30)

„Nesse trabalho é importante acima de tudo que se acompanha os indivíduos e tem cuidado por eles“, assinala Hansi. „Muitos pregadores viajam pelo mundo para „plantar“ igrejas. Eles anunciam diante de salões cheios e levam centenas á conversão, mas logo depois eles viajam adiante.“

Hansi está visivelmente decepcionado sobre esse tipo de trabalho missionário:

„Essa maneira de trabalhar é como se fosse colocar um bebê no vento e no tempo sem provisões e alimentos. Esse bebê não sobrevive muito.“ Hansi lembra como ele próprio foi espiritualmente um bebê, totalmente dependente de cuidado, amor, orientações e alimento espiritual.

„Não é fácil encontrar o caminho sozinho“, diz Stefan. „É bom quando tem alguns á tua volta que podem te ajudar e dar consolo e podem dar palavras boas no tempo certo. Isso é importante principalmente no começo da vida cristã.“

Palavra de Deus como poder germinativo

Hoje existe uma pequena igreja estabelecida em Paso Flores. Hofmeister está comovido quando lembra da primeira que se sentou atrás na reunião em Paso Flores podendo ouvir os jovens

Se pelo menos um deles tem uma palavra de Deus como poder germinativo então estão em condições de se edificar.

„Se pelo menos um deles tem uma palavra de Deus como poder germinativo então estão em condições de se edificar“, esclarece. „Assim foi com Hansi, por exemplo. Ele tinha palavras de Deus que se tornaram vivas para ele. Por isso ele pôde ser de grande edificação para os irmãos. E isso quero dizer, ele continuou, em uma medida cada vez maior“, conclui Stefan.

Nada menos que um milagre

Paso Flores, maio de 2012: Agora é festa de inauguração de um centro de conferências bem novo em Paso Flores. Stefan e Hansi se cumprimentam calorosamente. É difícil conter as lágrimas. Quem dos dois conseguiu ver os últimos 24 anos?

Hansi lembra de como os irmãos da América do Sul foram mais fundidos nos últimos anos. Ele sorri quando lembra do choque de culturas que era visível nas reuniões entre os Chilenos espirituosos e o grupo conservador de Paso Flores.

Ele pensa com gratidão como Deus deu força no interior de cada um para acabar com o pecado nas situações diversas ao invés de culpar os outros. Dessa maneira eles cresceram juntos cada vez mais próximos e passaram a ter comunhão muito boa. Agora podem comemorar que o centro de conferências está pronto.

Com gratidão ele lembra como Deus deu força no interior de cada um para acabar com o pecado nas situações diversas ao invés de culpar os outros.

Hansi envia uma oração de agradecimento ao seu pai celestial. O que ELE fez neles e para com eles, nada mais é do que um milagre.