Nossa fé

O que ensinamos e como praticamos isso? Aqui encontrarás respostas para muitos pontos centrais da nossa vida cristã e nossa doutrina.

A Igreja Cristã é uma comunidade cristã que está fundamentada no novo Testamento e cre que a Bíblia é a palavra de Deus. Além disso, não há outra doutrina, outra condição ou outras ideias de pessoas. O fundamental é a fé em Jesus Cristo como filho de Deus, no Espírito Santo, no perdão dos pecados, no batismo e na Santa Ceia.

Teologia

Nós nos consideramos do grupo das igrejas Cristãs. No entanto, há algumas coisas que temos como fundamento diferente da maioria dos Cristãos.

Depois de haver recibido o perdão dos pecados enfatizamos o fato de viver como Cristãos  „trazendo obras dignas de arrependimento“, como está escrito na palavra de Deus em Atos 26, 20 e Mat. 3, 8.
 

A Bíblia como linha para a vida e a doutrina

As palavras da Bíblia nos dão a coordenada para a nossa doutrina e a nossa vida. Nós cremos em Deus, o Todo Poderoso, no seu filho Jesus Cristo e no Espírito Santo. Cremos que Jesus Cristo foi gerado pelo Espírito Santo e nascido da virgem Maria, e que no terceiro dia depois da sua cruscificação, ressucitou, assim como está escrito na Bíblia.
A fé nisso de que Jesus foi tentado mas não pecou, é um ponto primordial da nossa doutrina. Por isso também a vida de Jesus, suas tentações, suas lutas são de grande significado para nós.
Nenhum livro pode se igualar a Bíblia. Ela é o nosso único fundamento na fé. Homens e mulheres tementes a Deus tem vivenciado e escrito muitas coisas boas e de grande ensinamento durante os anos. Muito disso está disponível em livros, folhetos e hinos. Tudo isso tem como objetivo que a palavra de Deus seja entendida, crida e praticada.  Não temos leis e ensinamentos que não partem daquilo que a Bíblia nos ensina. Mesmo assim, apreciamos muito a ajuda, os exemplos e os conselhos de homens e mulheres tementes a Deus.
 

Perdão dos pecados e vitória sobre o pecado

Nós cremos que todas as pessoas podem alcançar perdão de pecado e vida eterna através da fé na morte de Jesus na cruz, sem haver sido necessario mostrar obras boas.
„Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus.“ (Efe. 2,8). Nós cremos que o perdão de pecados não é o único objetivo de um Cristão, mas somente o inicio de uma nova vida.
Através da conversão e através da fé somos "nascidos" para uma nova vida,  com novos interesses e com vontade de fazer a vontade de Deus, através da ajuda de Deus é possivel ser um discípulo - aprendiz - e seguidor de Jesus Cristo. Nós cremos que Jesus foi tentado como nós e que ele nunca pecou, mas em todas as tentações venceu através do poder do Espírito Santo.
Nós cremos quer recebemos força de negar-nos a nós mesmos e vencer se somos tentado para algo, que segundo nosso conhecimento não é bom ante os olhos de Deus. Nós cremos em vitória sobre todo pecado consciente e uma vida em crescimento espiritual e desenvolvimento no que é bom - assim como a Bíblia escreve..
 

Santificação

Nós cremos que o Espírito Santo nos exorta e nos guia no caminho como discípulo de Jesus. Através da obediencia ao Espírito Santo sucede uma transformação interior. Na luz da palavra de Deus e do Espírito Santo podemos ver cada vez mais  da nossa própria vontade, que está contra a vontade de Deus. Se estamos de acordo com Deus e reconhecemos o pecado, que o Espírito Santo nos mostra, teremos como resultado uma purificação atraves do Espírito Santo das coisas ruins do nosso caráter. Através disso, a vida é um caminhar que vai cada vez mais fundo no conhecimento e na purificação. Esta transformação interior é chamada na Bíblia de Santificação.

A Igreja - Corpo de Cristo

Nós cremos que a comunhão no Espírito que surge entre aqueles que vivem em harmonia com a luz divina, é a Igreja, que também é chamada Corpo de Cristo. Cada um que vive "cruscificado com Cristo", pertence a Ele e forma uma parte desse corpo - independente de tempo, lugar, cultura e tradição e obviamente independente de pertencer a "igreja Cristã".

 

Fé e Vida - uma decisão pessoal

Cultura, idioma, formação, classe social e outras origens são muito variados na nossa Igreja. Mesmo assim, nos valores pessoais e na maneira de viver como Cristão estamos de acordo harmonicamente com o que a Bíblia diz: A vida é a luz dos homens.

Valores positivos

Na igreja trabalhamos na direção de desenvolver e guardar os valores positivos que Deus predestinou para nós. A Bíblia menciona esses valores como "lei perfeita da liberdade". Por isso, deixamos em liberdade a cada pessoa em particular e a cada familia, tomar sua própria decisão e formar seu lar. Esses valores e essa liberdade proporcionam a criança o fundamento para um desenvolvimento livre e natural.

Cristianismo pessoal

A fé é uma convicção pessoal. Somente uma decisão livre, tomada conscientemente, pode servir como um fundamento sincero e carregável na vida de um crente.

Mesmo sendo a fé uma questão pessoal, certamente o desejo de pais cristãos é que seus filhos tenham parte na mesma fé e na mesma alegria como eles. Nós exortamos, animamos, entusiasmamos e vivenciamos que a maioria dos jóvens opta permanecer entre nós. No entanto, certamente respeitamos se alguém deseja chegar a uma outra decisão. 

Batismo

Nós praticamos o batismo pela fé, ou seja, o batismo em idade adulta. O Batismo é o "pacto de uma boa consciencia para com Deus“ 1.Pedro. 3,21.

Através do Batismo o pecado não é quitado, mas pelo batismo testificamos que queremos começar uma nova vida.
Entramos num pacto, uma unificação com Deus que não queremos mais viver segundo a própria vontade mas para ele e segundo a sua vontade.
 

Leia também:

Porque não batizamos crianças?

Ou não sabeis vós que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que como Cristo ressucitou dos mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Rom. 6,3-4
Uma criança pequena não tem uma "vida velha" que precisa deixar ou com a qual deve parar. Também ainda não tem consciencia suficiente para entrar num pacto com Deus conscientemente. Por isso nós não batizamos crianças pequenas. Os pequenos são trazidos á Igreja e abençoados. Normalmente o dirigente ora por eles, assim como também Jesus abençoou as crianças pequenas.

Jesus, porém, disse: deixai aos meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus. E, tendo-lhes imposto as mãos, partiu dali. Mat. 19,14–15.

 

A Santa Ceia

A Santa Ceia serve como auto-examinação e fazemos memória da grande obra de salvação de Jesus, que ele fez por nós e quer fazer em nós.

A Santa Ceia é tomada de maneira irregular nas igrejas locais, em memória a Jesus. A Santa Ceia é uma ceia na qual nos examinamos e fazemos memória a grande obra de salvação de Jesus, e nos faz recordar a obra que ele quer fazer em nós. 
Que o Senhor naquela noite em que foi traído, tomou o pão; e tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei: isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memoria de mim.
Semelhantemente também depois de cear, tomou o cálice, dizendo: este cálice é o novo Testamento no meu sangue: fazei isto todas as vezes que beberdes em memoria de mim.

Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha. 1.Cor. 11,23-26
 

Um reconhecimento

A Santa Ceia é um reconhecimento. Nós reconhecemos/confessamos, que nós na nossa vida diária temos parte na mesma morte de Jesus. A morte sobre o pecado na nossa natureza. Através do quebrar do pão, demostramos que todos somos membros do mesmo corpo. Porventurae o cálice de benção que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é porventura a comunhão do corpo de Cristo? 1.Cor. 10,16-17.