Nossa história

A história da Igreja mostra que Deus abençoa quando pessoas trabalham na direção de trazer amor, justiça e verdade primeiramente em suas próprias vidas, e depois nas vidas das pessoas ao seu redor.

Como tudo começou

Johann Oscar Smith nasceu em 1871  e é chamado de fundador da Igreja Cristã de Brunstad. Pesquisando na Bíblia, ele percebeu que os primeiros cristãos foram entusiasmados pelo amor a Cristo e pela fé numa vida em transformação. Isso inspirou a Johan Oscar Smith, de tal maneira que depois de 2000 anos depois da morte de Jesus Cristo, ele chegou a mesma fé tal como existiu antes. 
Aqui poderás ver um pequeno filme sobre isso.

Johan O. Smith se converteu a Deus tendo 26 anos de idade. Durante seu trabalho na marinha norueguesa em Horten ele encontrou em 1904 a Theodor Ellefsen. Theodor Ellefsen logo aceitou a verdade que J. O. Smith anunciava e recebeu fé que é possivel viver uma vida de Cristão, com vitória sobre todo pecado consciente. Depois que Aksel Smith, irmão de Johan  também se uniu a eles em 1905, surgiu uma comunhão intensiva que passo a passo começou a ganhar forma. Até no ano de 1910 cresceu um grupo de irmãos com  50 a 60 pessoas, que estavam espalhadas no oeste e sul da Noruega. Eles se reuniram e começaram seus próprios cultos, as reuniões. Em 1908  Johan O. Smith encontrou ao jóvem cadete da guerra Elias Aslaksen, que logo se tornou em um colaborador estreito. Aslaksen foi dirigente da igreja sepois de Johan O. Smith, até a sua morte em 1976.

Do Sul ao Norte

A obra da igreja começou em Horten, que no tempo foi o lugar central da marinha. Muitos dos primeiros crentes que estavam com Johan O. Smiths eram por isso membros da marinha. Durante a primeira guerra mundial muitas uniões da marinha navegavam a costa da Noruega para preservar a neutralidade da Noruega. Com isso, os oficiais cristãos tiveram oportunidade de conversar com as pessoas acerca da sua fé  logo que pisavam a terra. Dessa maneira a doutrina de Smiths foi difundida em  Orten, Brevik, Kristiansand, Stavanger, Stord, Bergen, Måløy e Molde. Nos anos 1930 surgiram muitos avivamentos pequenos e grandes nos lugares que Elihu Pedersen, Aksel J. Smith e outros irmãos jóvens evangelizavam. Naquele tempo surgiram igrejas em outros lugares como  Hallingdal e Valdres. Hoje em dia são aproximadamente 20 igrejas em toda Noruega.

Saindo a todo o mundo

Já nos anos de 1930 surgiu a igreja na Dinamarca e Suécia.
Quando durante a segunda guerra mundial os soldados alemães entraram em contato com a igreja, isso significou o inicio de um alastramento internacional. Como resultado dos contatos feitos durante a guerra, a chama se incendiou em meados dos anos 50 também na Alemanha. Depois também nos países limítrofes que falavam o alemão. Na Alemanha são hoje 14 igrejas, na Suiça são 2 e na Austria 4.
Desde os anos de 1950, a mensagem foi alastrada a maioria dos países europeus. Desde meados de 1960 a Igreja cresce no Canadá e nos EUA, onde hoje estão funcionando 2 centros de conferências. Em muitos estados o trabalho do evangelho continua.

Na América do Sul e central a Igreja começou nos anos de 1970. Agora ela já existe na Argentina, no Brasil, no Chile, no Paraguay, no Peru,  no Mexico e Aruba.
Na Australia surgiram 3 igrejas nos anos 1970 e nos últimos anos começou uma nova igreja na Nova Zelândia.
Na India já está a igreja desde os anos 1970 e no inicio dos anos 1980 a Igreja chegou a Singapura e Hong Kong. Além disso, hoje temos Igreja na Sri Lanka, Indonesia e Dubai. No continente africano aconteceu muito nos anos 80 e hoje a igreja esta alastrada em muitos lugares como na África do Sul, Egito, Kenia, Camarão, Uganda, Zimbabwe, Etiopia e Eritrea.
Ja nos anos 70 a Igreja fez contato com a igreja clandestina em muitos países do Oeste Europeu, mas as situações complicaram as viagens de missão. Depois da queda do comunismo o trabalho de missão começou intensamente no oeste europeu e a Igreja atualmente tem locais fixos em muitos países. Hoje a Igreja está ativa em mais de 65 países espalhados por todos os continentes.
 

A Igreja - O Corpo de Cristo

„Eu não reuní a mim, mas a Cristo como cabeça da Igreja." Isso disse Johan O. Smith no seu 70° aniversário. Esta frase é típica na Igreja. Smith entendeu bem cedo que o fato de pertencer a um partido religioso não tem significado para a salvação. Com a Bíblia como fundamento ele anunciou por esse motivo, que a Igreja é o Corpo de Cristo, no qual todos os membros devem ter um contato próprio com a cabeça (Jesus Cristo), para serem salvos. Se cada um tem contato com a cabeça, temos comunhão uns com os outros. Nossos dirigentes tiveram uma grande atenção nisso de não unir, nem ajuntar a si mesmo. Deus mesmo deu crescimento e desenvolvimento a Igreja.

A Igreja atualmente

Também hoje a Igreja se encontra em crescimento. Em muitos países existem grandes e zelosos grupos de jóvens. São desenvolvidas diferentes atividades para que todos, das diferentes faixas etárias, possam participar e crescer num entorno sadio e seguro. Por isso, os lugares de reuniões muitas vezes são construídos combinados com lugares que se adaptam para a realização de atividades, para dar lugar suficiente a uma vida diversificada na Igreja.
O Centro de Conferências Internacional é Brunstad em Stokke, perto de Tønsberg, Noruega, onde há mais de 50 anos são organizadas conferências. Várias vezes ao ano, se reúnem nesse lugar mais de  8000 irmãos oriundos de aproximadamente 30 países. Os outros irmãos participam das reuniões através da transmissão satelital transmitida de Brunstad.  Ainda hoje é anunciada essa mesma mensagem desde Brunstad, que também Johan O. Smith anunciou há mais de 100 anos: a mensagem da vitória total sobre todo o pecado consciente.