A mulher na escada

A mulher na escada

Escrito por: Heidi Østermark Reinikainen | Publicado: domingo, 1 de maio de 2011

“Você precisa um lugar para orar a Deus”, disse uma mulher uma vez. Mas, não foi a única coisa que me disse...”

Era bem cedo, em uma manhã fria. Fui retirar com a pá a neve que ficava na frente da escada. Fiz isso durante todo o inverno, e cada manhã reunia forças para ir novamente. Depois de meses com uma pá de neve em minhas mãos, e muitos lugares para limpar com muitas escadas, a tarefa passou a ser chata. No entanto, não sabia que hoje seria totalmente diferente.

Enquanto trabalho, freqüentemente  olhava para o que eu estava fazendo. Por isso não prestava atenção nas pessoas que caminhavam sobre as escadas. Mas hoje, uma senhora de mais idade disse “Desculpe” Sorri e cedi espaço para ela passar.
Rapidamente voltei a me concentrar no meu trabalho,  mas poucos segundos depois voltei a escutar sua voz. “Obrigada por retirar a neve para nós”. Sorri outra vez e respondi com cortesia.


Logo ela começou a falar comigo. Começou a contar-me que seu esposo havia falecido recentemente, no entanto, a pesar disso não tinha perdido sua alegria.

Então me perguntei a que tipo de alegria ela se referia, mas foi como estivesse lendo minha mente continua falando: “  Não quero estar em casa sentindo dó de mim mesma. Sempre tive contato com Jesus toda minha vida, e através Dele eu recebi muita  alegria. O que aconteceu foi uma grande prova, mas depois de todo que Ele me ajudou nos tempos ruins, me ajudará a  superar tudo isso também.”

Fiquei maravilhada por sua fé e convicção. Como eu poderia também alcançar  tal alegria? E eu frequentemente senti dó de mim mesma, até de pequenas situações, e ela, muito feliz depois de uma experiência mais difícil, que uma pessoa possa ter.


“Você precisa de um lugar onde pode orar para Deus”, ela disse. ”Faça isso desde sua juventude, então encontrarás essa alegria e serás capaz de preservá-la durante toda sua vida.” A conversa durou só um minuto, mas quando ela se foi, percebi o muito que ela me presenteou com esses poucos  minutos. Ela me deu o segredo de uma vida boa e feliz. E por minha  parte, fiz  o  que ele me disse, e busquei um lugar onde pude orar a Deus. Agora, eu também encontrei essa alegria.