A vitória sobre a tentação sexual

A vitória sobre a tentação sexual

Escrito por: Brian Janz con Garret Kellas | Publicado: terça-feira, 6 de maio de 2014

Garret foi criado como um cristão e ultimamente escutou sobre se manter puro, e não ceder às paixões juvenis, no entanto, a maneira de como fazer isso nunca foi muito claro. Aqui nos fala sobre como podemos conseguir completa vitória sobre os pensamentos impuros e ser livre da imoralidade sexual e toda a impureza.

«Quando cresci me falavam com frequência que eu me mantivesse longe de perder meu tempo, ou ter relações sexuais antes do casamento. Eu sabia que era pecado ter pensamentos impuros, e realmente tinha um desejo de ser livre das paixões juvenis, mas a maneira de fazer isso nunca foi muito claro para  mim. Procurava uma saída, mas acabei caindo muitas vezes e fiquei preso em um círculo vicioso, em que tentava lutar, mas sempre voltava ao meu pecado. Não tinha nem uma ajuda para ser livre.

Mas finalmente o caminho foi revelado para mim. Recebi fé em que Deus queria me dar vitória sobre meus pecados, assim que decidi batalhar contra esses pensamentos impuros e através da ajuda de Deus comecei a vencer nessa área. Não estou dizendo que não fui mais tentado, e sim que já não sou mais controlado por meus desejos. Já não sou mais controlado pela maneira de como se veste uma menina e como se comporta, ou por todos os pequenos pensamentos que me vem à cabeça.

Já não sou mais controlado pela maneira de como se veste uma menina e como se comporta, ou por todos os pequenos pensamentos que me vem à cabeça.

Vencer esses pecados não é simplesmente uma solução de 5 minutos. Se alguém quer vencer a batalha contra seus desejos, tem que ser dedicado. Na realidade a batalha começa na sua vida diária, inclusive, antes você é tentado pelos pensamentos impuros.

Uma vida pura de pensamentos 

Creio que o mais importante para se manter puro é trabalhar consciente na vida de pensamentos nas situações cotidianas, inclusive antes de entrar nas mesmas provas. Como está escrito em  Colossenses: ‘Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; (Colossenses 3,2) Minha vida de pensamentos deve estar baseada na oração pelos demais, em buscar por Deus, orara pela minha própria vida e ser cheio da palavra de Deus. Isso não só me permiti impedir uma imensa quantidade de provas desnecessárias, como também, quando estou em diferentes provas e tentações, já estou pronto para lutar contra elas.

Pela natureza, somos pessoas incrivelmente fracas. Era uma luta, inclusive ter a fé que Deus poderia me ajudar. Percebi rapidamente o quanto eu era fraco e impotente contra certos pensamentos, e entendi que, deveria estar completamente decidido em terminar com esses pecados.

Se sou um pouco indeciso quando ocorrer às provas, então posso estar ciente que cairei. Porque sou muito fraco. Preciso da ajuda de Deus para ter vitória sobre o pecado, e para isso devo ser determinado e deixar que meus pensamentos tenham como alvo as coisas de cima.

E quando deixo que ‘meus pensamentos tenham como alvo as coisas de cima’, então cresço no amor de Deus. E o  único que pode me guardar das minhas provas é o amor que tenho por Deus. Quando sou obediente, demonstro que amo a Deus mais que eu mesmo, mais do que minhas próprias paixões e desejos. Não luto somente porque quero ser livre, e sim porque amo a Deus – e Ele odeia o pecado, portanto quero obedecer e lutar contra meu pecado. E aí ele me dá poder para vencer.

Não luto somente porque quero ser livre, e sim porque amo a Deus – e Ele odeia o pecado.

Quando sou fiel em obedecer a Deus e confio em seu guia e faço o que Ele me diz, então Ele me envia o espírito santo, o qual me dá o poder para ter vitória nas tentações. Mas sem o espírito santo sou incapaz de padecer na carne, como está escrito.

Padecer na carne

Ora, pois, já que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este mesmo pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado;’ 1 Pedro 4,1

Para eu padecer na carne significa que quando sou tentado a olhar uma garota e desejar-la, e se nesse momento dizer `não` a minha carne, então nego a carne de se cobiçar desse desejo, e por tanto padecer.  De alguma maneira não me permito comer o que eu quero, morrendo.

Quando me armo com esses pensamentos estou disposto a padecer na carne. É porque tenho um verdadeiro ódio do pecado. Então termino com esse pecado. Se eu me decidi: 'vou padecer na carne. Não procuro pelo meu eu', então não serei vencido pelo pecado! Porque Deus me dá forças!

Não estando de acordo, começo uma batalha, e finalmente obtenho a vitória sobre o pecado – o qual está por morrer.

E, aí é que começa a luta. Se os pensamentos vêm, mas eu não preciso estar de acordo com eles. E não estando de acordo, começo uma batalha, e finalmente obtenho a vitória sobre o pecado – o qual está por morrer.

Uma vida em paz, gozo e vitória

No principio tens um sofrimento, mas é nada comparado com o sofrimento que experimentei em semear na carne. E ao princípio quem sabe não tenha muita paz e não sentes muita alegria, mas tem uma pequena vitória, E esse sabor de vitória te faz querer mais e mais! Fazemos melhor que ser escravo dos próprios desejos. É algo que nem se quer podemos comparar.

O que quero dizer é que, em certo sentido é emocionante quando alguém pensa em todos esses guerreiros no Antigo Testamento que lutaram todas essas batalhas no exterior. Mas se penso no homem interior – Eu sou um guerreiro no homem interior. Sim, talvez não é no exterior  algo grande e heróico, mas é bastante heróico ser guerreiro no interior. Qualquer um pode ser vencido por suas paixões juvenis. Isso não custa nada. Quantas pessoas podem ter vitória sobre isso?

Custa um pouco ser guerreiro, no entanto esta vida está cheia de esperança e cheia de alegria. Com a ajuda de Deus isto é completamente possível para todos os que querem, para todos que realmente desejam ser livres de seus desejos. “E eu penso que isso é realmente emocionante!»