Para onde levam caminhos tortuosos?

Para onde levam caminhos tortuosos?

Escrito por: Heidi Watz Vedvik | Publicado: sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Eu escolhi viver segundo a palavra de Deus. Eu quero viver segundo a sua vontade e seus mandamentos, e assim negar a minha própria vontade. Eu sei que é o melhor o que Deus quer fazer com a minha vida, por isso quero fazer isso que está escrito na bíblia.

Com essa decisão estou bastante satisfeito, pois através dessa vida eu me torno feliz. Apesar disso, as vezes sinto que corro apenas em círculo – sem conseguir avançar de alguma forma. Eu sinto a inquietação no meu interior. Isso não deve ser a condição certa?

Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.“ (para águas onde encontro descanso - tradução norueguesa)  Salmos 23,2

Por que eu não experimento esse descanso e profunda paz? Eu sinto uma certa tranquilidade, porque sei que pertenço a Deus. Isso me deixa feliz. Apesar disso a meu sentir não está completamente de acordo com a descrição da bíblia. O que me faz tão inquieto? De repente eu encontrei a solução. Como de costume a bíblia me deu a resposta. Ali está:

Não conhecem o caminho da paz,nem há justiça nos seus passos; fizeram para si veredas tortuosas; todo aquele que anda por elas não tem conhecimento da paz."  Isaías 59, 8.

Eu ando em caminhos tortuosos?

Mas o que quer dizer caminhos tortuosos? Sempre se pode digitar uma palavra no „google“ e então se encontra um sinônimo para isso. Eu achei „fazer injustiça“, também agir injustamente, ou „fazer algo iligítimo“. Estou ocupado com isso?

Sim, é desonesto se eu tento "esconder" meus pecados.

Sim, é desonesto se eu tento "esconder" meus pecados, pelos quais eu tenho uma inclinação. As vezes percebo que quero esconder algumas coisas, as quais sei que tenho que ter mais atenção. Muitas vezes se tem dificuldade de deixar algo que se deseja, simplesmente deixar isso nas mãos de Deus. Como pessoa eu faço de tudo para segurar aquilo que quero ter, mesmo sabendo muito bem que deveria deixar isso.

Talvez eu não ouso deixar Deus tomar a direção de certas coisas na minha vida – é algo assustador entregar o controle. Mesmo estando arrependido de constantemente querer ordenar tudo sozinho, e apesar de ter tomado a decisão de colocar tudo nas mãos de Deus, ainda assim sou tentado a ficar com um pouco da responsabilidade. Se, por exemplo, se tem que lutar contra o egoísmo, pode ser tentador varrer o problema para debaixo do tapete, porque na realidade se quer pensar um pouco sem si mesmo, e não tem força para resolver isso - de qualquer forma, não agora.

Tomando um desvio do caminho certo

„Hoje não. Isso eu faço mais tarde. De momento é um pouco pesado para mim …“ Pensamentos como estes, que são exatamente a desonestidade, significa andar por caminhos tortuosos! Esses caminhos não levam a lugar nenhum, são desvios, que atrasam o trabalho e o desenvolvimento no meu interior. São caminhos tortos e complicados, cheios de becos sem saída e subidas íngremes. É fácil de se perder, e se faço isso, pode ser difícil voltar a encontrar o caminho que Deus na realidade tem preparado para mim. A gente expande e expande as fronteiras - vêm com desculpas para tudo - porque não se atreve a ouvir e praticar a verdade.

Ao final nos distanciamos tanto, que não sabemos mais para onde devemos ir, porque não ouvimos a voz de Deus e não vemos o caminho dele. „…Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis,e, vendo, vereis, mas não percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido,E ouviram de mau grado com seus ouvidos,E fecharam seus olhos;. (Mateus 13,14-15) Se eu tenho a felicidade de voltar no caminho certo, preciso de um longo tempo desnecessário somente para chegar naquele ponto onde me desviei. Um tempo indiscritivelmente grande jogado fora!

A paz verdadeira se recebe quando se anda no caminho certo

Se eu cuido em manter meu caminho puro, então não tem razão para consciência pesada.

Nos tornamos impacientes quando andamos em caminhos tão perigosos. Para ter verdadeira paz no coração, tenho que saber que ando no meio dos caminhos de Deus, e não em atalhos. Por isso tenho que parar com isso de simplesmente esconder pecados que na realidade deveria tirar. Eu tenho que encontrar um fim para eles - cada pequeno broto de pensamentos ruins, cada vontade de se exaltar, toda avareza.

Se eu cuido em manter meu caminho puro, então não tem razão para consciência pesada. Estou em paz porque sei que me encontro no caminho certo. Esse caminho é, a saber, claro e brilhante, simples e descomplicado – enquanto eu me mantenho na palavra de Deus e sou sincero.

E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente.“ 2.Timóteo 2,5