Refeição sem alimento

Refeição sem alimento

Escrito por: Heidi Watz Vedvik | Publicado: segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

”Semeais muito e recolheis pouco;
comeis, mas não vos fartais;
bebeis, mas não vos saciais;
vestis-vos mas ninguém se aquece;
e o que recebe salário, recebe salário num saco furado.rdquo;
Ageu 1,6

Na verdade, é assim que eu nunca estou satisfeito. Eu invisto tempo e energia para satisfazer meus desejos, e sacrifico para isso a minha alma. E quando eu alcancei meu objetivo, tenho o prazer e, por um momento, o mundo parece perfeito. Agora eu posso respirar profundamente e sentar-me.

Mas o prazer dura apenas um curto período de tempo. Logo tudo torna-se desinteressante novamente. Inquieto. O que fazer agora? Eu preciso de mais. O corpo já consumiu a refeição que me custou tanto. Agora eu estou com fome por algo novo, algo que pode satisfazer-me, por fim. Por isso, tive novamente uma refeição sem valor nutritivo.

O que acontece agora?

”Mas aquele que beber da agua que eu lhe der, nunca mais terá sede, pois a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d´agua que salte para a vida eterna.” Jo. 4,14

Também a mim Deus quer dar algo para beber, uma mensagem que deve levar-me ao descanso: Se eu seguir seus mandamentos e obedecer-lhes, busco a vontade de Deus em vez da minha própria, então eu já não preciso de mais nada nem preciso procurar por algo melhor. Então em mim termina esse constante  sobe-e-desce quando eu mesmo tento melhorar minha própria vida. A agua que Deus me água me satisfaz de uma maneira muito diferente: Eu experimento o amor, paz e alegria e gratidão pelo que eu tenho.”... uma fonte de água, que salte para a vida eterna.” Essa agua termina com mina constante busca atrás de algo novo, que talvez possa me saciar. Agora nunca mais terei sede, nem preciso buscar algo novo ou melhor!

Agora nunca mais terei sede, nem preciso buscar algo novo ou melhor.