Saber sobre Deus, ou conhecer a Deus?

Saber sobre Deus, ou conhecer a Deus?

Escrito por: Heather Crawford | Publicado: domingo, 15 de junho de 2014

Se não conheces a Deus, você pode parecer alguém distante e indiferente – irritado e exigente. Mas quando o conheces, experimenta que Ele têm um interesse pessoal por você- tanto nas provas, como nas vitórias da vida diária. É possível chegar  a conhecer a Deus pessoalmente, e aprender a entender teus pensamentos e caminhos!

Hoje eu li que a população mundial terá mais de 8 milhões em 2025. Isso é um número exorbitante! Tento imaginar como seria estar no meio da multidão com tanta gente; homens, mulheres e crianças de todas as idades com várias modas, culturas, religiões e línguas.

Quantos dessas 8 milhões de pessoas  dedicam um pensamento momentâneo à aquele que nos colocou aqui na terra?

Quem é Deus?

Continuo dirigindo meus pensamentos ao criador – Deus – que nos criou de forma individual. Pergunto-me quantas destas 8 milhões de pessoas dedicam mais de um pensamento momentâneo á aquele que nos colocou nesta terra. A maioria crê que existe um poder superior e praticam outra forma de religião, mas, é possível ter mais do que apenas o conhecimento ou fé de que existe um criador que me deu a vida? É possível conhecer a Deus pessoalmente – e aprender a entender seus pensamentos e seus caminhos?

Para alguém que apenas tem o conhecimento sobre Deus pode parecer muito distante – um ser distante, indiferente, que não dá muita importância. Ou, pode bem parecer um Deus aborrecido, exigente e que na realidade nunca está de acordo com os seres humanos que ele criou.

Os que chegam a conhecer a Deus...recebem toda a ajuda e força que necessitam para fazer a vontade do seu criador

Mas os que chegam a conhecer a Deus pessoalmente experimentam que ele tem um interesse pessoal com eles. Experimentam sua presença tanto nas provas, quanto nas vitórias da vida diária. Aprendem a ver suas situações cotidianas através de seus olhos e a sentir o seu cuidado com eles, inclusive em tempos difíceis. Em comunhão com Deus e sua palavra, estas pessoas chegam ao conhecimento de qual é sua vontade em cada uma das diferentes situações e decisões que enfrentam – e nesta profunda relação com seu criador também recebem toda a ajuda e força para fazer a vontade de seu criador. (Hebreus 8, 10-11)

Se não posso ver a Deus, como posso chegar a conhecê-lo?

Em primeiro lugar tem que estar disposto a conhecer a Deus.

Johan O. Smith, o fundador de Brunstad a Igreja Cristã, animou seu irmão Aksel a passar mais tempo com Deus, «porque com quem andas assim és.» A bíblia é a palavra de Deus para os homens, e quando a leio e recebo a luz através do espírito santo, aprendo a conhecer a Deus e seus caminhos.

... porque com quem andas assim és

Percebo que não posso fazer a vontade de Deus com minha própria força. Ao invés de me dar por vencido, e colocar a culpa ao fato que eu «sou simplesmente um humano», tenho que me converter a Deus e lhe pedir ajuda. Tenho que renunciar a meus planos e ideias e olhar ao meu interior e ouvir sua voz tranquila.

Se estou disposto em ser humilde e admitir que preciso de ajuda, então Deus estará disposto a me guiar e dirigir. Isto não significa que a vida será fácil e livre de provas, mas a medida que vou conhecendo melhor a Deus aprendo a ver estas situações da mesma maneira que Deus vê. Posso ver como ele quer que reagimos; vejo como ele quer mudar-me, transformar e conduzir a natureza divina através das provas. (2 Pedro 1, 2-4) Tenho a oportunidade de conhecer a Deus sendo cada vez mais semelhante a Ele!

La entranhável correção de Deus

Deus também nos deixa conhecer a Ele e sua forma de pensar através de sua entranhável correção, ou «disciplina». Está escrito que o Senhor corrige ao que ama. (Hebreus 12, 6) Não te sentes bem quando ouves a voz interior indicando que não fiz algo segundo a vontade de Deus. Talvez sem perceber respondo com raiva, mas depois Deus me mostra através de seu espírito que fiz mal, e como deveria ter feito diferente.

... um Deus todo poderoso que sempre está pronto para fortalecê-los e guiá-los até a alegria, a paz e justiça, independentemente do que acontece durante o dia

Se realmente conheço a Deus e seus caminhos, então vejo o bem que esta correção é para mim. Aceitando a disciplina e agindo de acordo com ela, minha própria justiça é destruída e volto a depender de ser guiado e da ajuda do espírito santo na minha vida. A disciplina dá «E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela.» (Hebreus 12, 11)

Conhece a Deus!

Então, por que tem tão poucas destes milhões de que realmente tem interesse em conhecer a Deus? É por que os que realmente querem conhecer a Deus tem que renunciar a seus próprios pensamentos e idéias sobre como deve ser sua vida? Eles devem ter um interesse vivo de purificar-se daquelas coisas em sua natureza que não estão em harmonia com Deus, e devem padecer na carne (dizer «não» a sua natureza pecaminosa, e tomar sua cruz todo dia) para ter a vitória. Mas, em troca aprender a conhecer o seu criador como um pai amoroso e um Deus todo poderoso que sempre está pronto para fortalecê-los e guiá-los á alegria, a paz e justiça, independetemente do que acontece durante o dia.

Esta é a vida mais gratificante que um homem pode desejar.