Você determina teus pensamentos ou é determinado por eles?

Você determina teus pensamentos ou é determinado por eles?

Escrito por: Ellen Wein | Localizar: Deutschland | Publicado: segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

„Os pensamentos estão livres“ - assim é o começo de uma conhecida música popular, que provavelmente cada um de nós conhece. E é verdade quando diz:  “Nenhuma pessoas os pode saber, nenhum caçador os abater“. Os pensamentos estão então até agora livres, que ninguém além de mim, pode conhecer os meus pensamentos e ninguém além de mim pode modificá-los - nem deixar alvejá-los. Mas isso é liberdade???

Eu pessoalmente vivenciei muitos dos meus pensamentos como instrusos de festa, que se comportaram de forma inconveniente estragando toda  „Festa“ . Eu quiz colocá-los para fora, mas isso eu não consigo sozinho.

Bom conselho custa caro. Então pedi á Deus por ajuda. Também meus amigos oraram por mim. Logo depois recebi uma luz:

VOCÊ  precisa aprisionar os pensamentos, antes que  ELES aprisionam você

Um trecho bíblico teve um significado totalmente novo para mim, através disso: „Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo" (2.Kor. 10, 4-5).

Depois disso nunca mais estive indefeso e entregue. Minha paz e alegria aumentam continuamente.

Esta nova linha de pensamento foi uma revelação de Deus. Antes disso eu não conseguia pensar assim. Mas esse novo sentimento que eu ganhei deu a mim poder para determinar sobre meus pensamentos. É minha decisão pessoal, se eu deixo um pensamento ficar na minha cabeça, ou não. Eu tenho a escolha! Isso me deu autoridade.

Deus tem pensamentos cheios de esperança e futuro para mim! „Todo  o pensamento que não finaliza em fé e esperança, não é de Deus!“, isso eu ouvi na reunião. Todo pensamento que não termina em esperança eu rejeito. Eu tenho que viver consciente para continuar a ser „Chefe" na minha cabeça. Também para isto Deus dá força, pois ele é poderoso nos fracos.

Depois disto nunca mais estive indefeso e entregue. Minha paz e alegria aumentam continuamente. Eu posso dizer como o salmista: “Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos; e pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus;“ Salmo 40 2-3.