Juventude é tempo de semear

Juventude é tempo de semear

Escrito por: Thorleif Holm-Andersen | Localizar: Bergen, Norwegen | Publicado: sábado, 11 de outubro de 2008

Todas nossas ações, palavras e até pensamentos são de significado – não somente para a vida presente, mas também para a eternidade!
 

Todos sabem que é necessário semear para colher. Essa lei da natureza conhecida, os homens conheciam e aproveitavam todo ano. É lógico que não se pode semear batatas e querer colher cenouras mais tarde.

Também nos últimos tempos, as pessoas tem prestado atenção mais e mais, ao fato de que as nossas ações tem impacto no futuro. Isto está visível no âmbito da saúde e do meio ambiente. Muitos estão ativos nisto. Eles vivem assim que, a saúde seja mantida e lutam pela proteção ao meio ambiente. No geral isto é aceito.

Mas para bem poucas pessoas está claro, que toda nossa vida é tempo de semear: nossas atitudes, mesmo nossos pensamentos mais íntimos. Eles tem um significado para nossa vida futura, inclusive para a eternidade. E bem menos pessoas tem consciência das conseqüencias, e organizam suas vidas para isto. A bíblia fala com muita clareza sobre isto. „ Não erreis; Deus não se deixa escarnecer; porque o que o homem semear, isso também ceifará. “ (Gál. 6, 7). E continuando: „E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos se não houvermos desfalecido“ (Vers 9).

Isso é um alvo muito bom a seguir. Deixe-nos fazer o bem, então receberemos uma boa colheita!

Deus é amor; a intenção dele é que nós homens recebamos o bem. Por isso ele nos enviou seu filho Jesus Cristo, assim que pudéssemos viver como ele. Se seguirmos os mandamentos que Deus nos enviou, receberemos uma boa colheita.

Deus nos deu vontade própria. Isso significa que nós mesmos podemos decidir, se queremos seguir seus mandamentos ou não. Mas a nossa colheita não podemos escolher, ela é o resultado daquilo que semeamos. Se semeamos batatas, colhemos batatas, e se vivemos de maneira egoísta, segundo nossos próprios pensamentos e nossa própria vontade, receberemos uma colheita correspondente.

Deixe-nos ser razoáveis e reconhecer estas leis imutáveis, e pensar nas conseqüencias, assim que a nossa vida seja uma semeadura que poderá trazer bons frutos!