Lance toda a preocupação sobre Deus

Lance toda a preocupação sobre Deus

Escrito por: G. Gangsø | Publicado: segunda-feira, 1 de Janeiro de 0001

Preocupações são pura falta de fé. Através disso fizemos pequeno à Deus e grandes a nós mesmos. Através de preocupações fizemos Deus mentiroso.

Existe uma promessa para os discípulos: „Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas “ (Mateus 6, 33). Relacionado a isso vemos que nosso Pai Celestial sabe o que precisamos. Isso temos ouvido com muita freqüência nas nossas conferências: Ele sabe, ele não é tolo. Mas, através da nossa falta de fé, colocamos Deus como cego, tolo e descuidado. Nosso Pai Celestial, no entanto, não é cego nem descuidado. Ele nos acompanha de perto, ele contou o número de nossos cabelos. Você pode ter certeza de uma coisa: Ele também contou todos os teus euros. Ele sabe quantos você vai precisar, amanhã, depois de amanhã e nos próximos dez anos. Deus tudo pode e sabe tudo.

Um contato com o Todo-poderoso

Como está conosco? Jesus diz: „Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?“ (Lucas 12,26). Ele pode tudo, nós tampouco podemos o mais fácil. Com essas palavras deveria ser suficiente oferecer obediência à palavra: Lança todas as ansiedades sobre ele. Mas para isso temos que estar em contato com ele. Somente um discípulo tem esse contato, somente quem foi gerado em uma esperança viva. Se estamos sem Deus e sem esperança no mundo, então fica difícil lançar todas as preocupações sobre ele. Então temos preocupações, e com razão.


Através da fé na palavra, a montanha de preocupações vai se dissolver e arremessar no fundo dos mares. Quantas preocupações ainda existem se recebemos fé viva no que está escrito em romanos 8, 28? „E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto.“
Então todas as preocupações somem como a sombra, e o sol da justiça nasce, como o sol, com saúde sob suas asas, preocupações nos envelhecem antes do tempo, são a causa de úlceras do estômago e dores no coração, de brigas e falta de paz, e também de coisas bizarras insignificantes. „Tenha ânimo e conforte teu coração, lança a tristeza de ti “ (Sir. 30, 24).
 

Pensamentos novos, de alívio

A exortação é: Não tenhais cuidado de nada. Normalmente nos preocupamos por todas as coisas. É uma doença degenerativa, como uma cobra, que se arrasta na vida de teus pensamentos e sufoca a vida divina. Os pensamentos se movem por labirintos escuros – sempre novamente os mesmos pensamentos mortais.

Se vemos a Deus, nos tornamos tão pobres, e os próprios pensamentos ficam bizarros de pequenos. Antes as preocupações devoravam a energia e a vontade de viver. Agora a energia vem e recebemos vontade para nos levantar e servir. Não nos arrastamos mais sendo atormentados pelos seus pensamentos. O jugo das preocupações é quebrado na nossa própria vida, assim que podemos livrar a outros e confortar almas sofredoras. Assim luz resplandece na escuridão e a noite fica como o dia (Isaías 58, 10).

No mesmo capítulo também tem uma boa exortação: Fazer para os outros, aquilo que desejamos para nós mesmos. Isto é um ataque ás preocupações. Isso Deus vê e recompensa por isso.

Deus pode tornar possível

Sim, deixe-nos exercitar o temor a Deus, e nos exercitar em lançar todas as nossas ansiedades sobre ele. Isto é absolutamente um dos „exercício esportivo espiritual “ mais proveitoso.


Porque Deus é bom, e lançou todos os nossos pecados no fundo do mar, temos que tomar esse grande mandamento: Lançar sobre ele todas as nossas ansiedades. Ele pode fazer aquilo que pra nós é impossível.