A procura pela vida perfeita

A procura pela vida perfeita

Escrito por: Dean Kennedy | Localizar: Connecticut, USA | Publicado: segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Mike Fenn  tinha tudo o que podemos imaginar: uma família legal, uma carreira bem-sucedida em Wall Street e muito tempo para jogar golfe. Mas algo estava definitivamente errado, e ele sabia disso. „Eu não podia ser paciente ou bom“, conta ele.

Numa linda noite de verão, estou sentado numa sala de uma casa simples no estado de Connecticut nos EUA. Diante de mim, um homem de 36 anos está sentado, juntamente com sua esposa, e um de seus quatro filhos pequenos. Enquanto conversamos, sinto uma atmosfera quieta e satisfeita, apesar das brincadeiras ruidosas das crianças no quarto ao lado. Eu penso na satisfação que ele irradia nesse instante. Isso nem sempre foi assim, ... na realidade foi justamente o contrário.

Mike cresceu em um lar cristão. Como criança e adolescente ele participou das atividades e serviços da igreja, mas em meio a sua adolescência ele escolheu um outro caminho.

Eu queria amar a minha família, mas eu percebia, que não tinha paciência e bondade para com eles o suficiente. 

Mike era muito dotado e se confirmou nos esportes, especialmente em golfe e basquete. Mais tarde ele se formou na universidade e casou com Jackie, a qual conheceu lá. Ele iniciou uma carreira em Wall Street em Nova York, como corretor de ações de commoditys. Sua capacidade o conduziu até se tornar um corretor bem-sucedido.

”Aparentemente eu tinha tudo o que se poderia desejar,“ conta Mike. „Uma mulher bonita, dois meninos legais, uma carreira renomada, muito dinheiro, e tempo suficiente para o golfe.“

Em meio a tudo isso, ele era infeliz.

„Eu me sentia egoísta, e não conseguia encontrar satisfação em nada. Eu queria amar a minha família, mas eu percebia, que não tinha paciência e bondade para com eles o suficiente. Eu não conseguia amar a minha esposa, ou ser tão bom para ela, como ela merecia. Eu estava cheio de mim mesmo e de meus próprios interesses.“

Uma noite ele estava sentado em um local, foi quando ele começou a olhar em volta, e começou a refletir sobre aqueles ques estavam naquele local. Ele via pessoas, vazias que tentavam preencher seus vazios com bebedeiras e conversas vazias. E com isso trazer a atenção para si. Enquanto pensava sobre seu ambiente, ele foi tocado pela irrelevância dessa forma de viver. Ele começou a relembrar sua infância, aquilo que tinha vivenciado com seus pais. Estes tinham menos posses, tampouco tinham um status especial, mas mesmo assim estavam cheios de paz e agradecimentos. Sua mãe nunca estava mal agradecida ou antipática, e seu pai era verdadeiro e tinha cuidado com os outros. A vida deles foi enriquecida através de verdadeira felicidade.

Mike deixou o bar em profundo desespero por sua vida. Ele reconheceu que se não mudasse ficaria nessa esteira de egoísmo, vazio e descontentamento até o dia de sua morte.

„Nessa noite algo quebrou  em mim. Eu reconheci, que o problema era meu próprio pecado. Eu vi que as coisas desandavam na minha vida e não conseguiria suportar por muito tempo.“

Nessa noite Mike clamou ardentemente a Deus. Ele pediu por perdão e por ajuda, para não viver mais a si mesmo. Isso foi uma conversão de todo coração.

„Eu sabia que deveria ser tudo ou nada“, diz Mike. „A paz de Deus preencheu meu coração. Uma carga muito grande foi tirada da minha vida. Foi como está escrito em Ezequiel 36, 26:“…e tirarei o coração de pedra da vossa carne, e vos darei um coração de carne.“ O que antes parecia glamuroso para mim, perdeu o seu brilho agora.“

Desde então Mike mudou-se do seu bom lugar em Nova Yorque, de volta para a sua cidade natal Connecticut, trabalhando no ramo de contrução. O que lhe motiva na vida é „viver uma vida no qual se é digno de ser chamado irmão de Jesus, recebendo força de Deus para ter paciência nas circunstâncias diárias e abençoar os outros, sem interesses pessoais.“

„Agora experimento amizade e comunhão verdadeiras … algo que eu não tinha anteriormente na minha vida.“

Eu olho para ele de outro ângulo da sala e faço a última pergunta.                                                                              "Existe algo de que você se arrepende?"                                                    Um largo sorriso e a simples resposta „NÃO“ diz tudo.

Ele encontrou o mistério de uma vida perfeita.

Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d'água que salte para a vida eterna“. João. 4, 13-14.