Gideão: De zero a herói

Gideão: De zero a herói

Escrito por: tFrank Myrland | Publicado: sexta-feira, 5 de junho de 2015

"O Senhor está com você, você, homem valoroso! Você deve salvar Israel da mão dos midianitas! "

Estas palavras, pronunciadas para Gideão por um anjo enviado por Deus, certamente estavam destinadas a ser encorajadoras -, mas o primeiro pensamento de Gideão parece ter sido, "Por que eu? Não existe alguém mais forte ou mais valente que pode fazê-lo? "

As direções de Deus nem sempre fazem sentido para nós. Como seres humanos, somos cegos e fracos. Nós caímos e outra vez quando nós confio na nossa própria força, em vez de se esforçar para encontrar e fazer a vontade de Deus em nossas vidas. Gideão estava prestes a experimentar isso em primeira mão em sua vida.

Uma nação oprimida

Porque o povo de Israel tinha se afastado de Deus, Ele permitiu que os midianitas aterrorizassem Israel por sete anos, destruindo suas terras e gado. Juízes 7:12 dizem que os midianitas eram "tão numerosos como gafanhotos; e os seus camelos eram inumeráveis, como a areia na praia do mar em multidão ".

Em sua necessidade, Israel clamou a Deus. Em Sua misericórdia, Deus interveio e decidiu que Gideão levaria os pobres, oprimidos, temerosos israelitas à vitória.

Aqueles que são humildes, com o coração aberto e receptivo, serão capaz de tornar-se homens de Deus valentes, prontos para fazer a Sua vontade.

Quando ouviu isso, Gideão deve ter pensado "Você não sabe o quão fraco e com medo que eu sou?" É claro que Deus sabia disso, mas Ele escolheu Gideão de qualquer maneira. Deus conhece a nossa personalidade e nossas fraquezas, nossa tendência para o pecado. Mas não é um erro que Ele nos escolha. Aqueles que se vêem como o maior, o mais forte, o mais sábio, terá um tempo difícil para ouvir a voz de Deus acima de seus próprios pensamentos e opiniões elevados. No entanto, aqueles que são humildes, com o coração aberto e receptivo, serão capaz de tornar-se homens de Deus valentes, prontos para fazer a Sua vontade.

O líder incerto

Gideão assumiu o papel, relutante. Ele pediu a Deus sinais e outra vez. Primeiro, o anjo chamou fogo para consumir o alimento que Gideão tinha trazido. Depois, Gideão pôs para fora um velo de lã em duas noites consecutivas, primeiro pedindo a lã para ser molhada e o chão a ser seco, em seguida, para a lã para ser seco e do solo para ser molhado.

Deus se recusou a desistir de Gideão, mesmo quando Gideão tinha desistido de si mesmo.

Deus foi desencorajado por estes pedidos constantes? Ele fez começar a reconsiderar a sua escolha? Não! Todos estes sinais e maravilhas ocorreu, dando Gideão a força e a fé que ele precisava! Deus se recusou a desistir de Gideão, mesmo quando Gideão tinha desistido de si mesmo.

Adiante para um curto período de tempo mais tarde: Recém armado com o Espírito do Senhor, Gideão está à frente de uma força israelita de 32.000 guerreiros. Agora este é um poderoso exército a ser contado! Em seguida, vem uma nova ordem de Deus: Todo mundo que tem medo, vá para casa! Deus sabia que Israel iria reivindicar a glória da vitória, comemorando sua própria força, em vez de honrar a Deus por direito quem estava no comando.

Você não acha que Gideão teria gostado de sair para a casa, então? Para contar a si mesmo como um daqueles que estava com medo que ele não tivesse que enfrentar a batalha e risco de morte? Você pode imaginar como Gideão deve ter sentido, enviando essa nova ordem aos seus 32.000 soldados? Que tipo de líder é este, que de bom grado diz a seus soldados a sair pouco antes da batalha?

"Ainda há muitos!"

Durante a noite, 22 mil de soldados de Gideão partiram. Este deve ter sido um duro golpe para Gideão. Como líder de 32.000 homens, ele teria começado a pensar que era possível. Com apenas 10.000 homens, era quase impossível!

Então, Deus falou de novo: "Ainda há muitos!"

É uma coisa para ouvir o que Deus quer que façamos ... mas a verdade é que ele pode sentir como toda uma nova batalha !

Ainda há muitos? Este novo comando foi contra todo o raciocínio humano! E isso é exatamente do jeito que Deus queria.

Em obediência a direção de Deus, Gideão tomou o exército ao rio para beber. Somente aqueles que lamberam a água com a língua, bebendo como um cão, foram autorizados a permanecer, enquanto toda a gente foi mandada para casa. Quando a poeira baixou, Gideão ficou com apenas 300 homens!

300 homens contra um exército

Imaginem o medo de Gideão quando Deus disse: "Vá para baixo contra o acampamento [Midianita], porque eu o entreguei na tua mão." É uma coisa para ouvir o que Deus quer que façamos ... mas a verdade é que ele pode sentir como toda uma nova batalha !

Mais uma vez Deus persuadiu Gideão. Ele instruiu Gideão para espionar o acampamento midianita, e aqui Gideão ouviu que os soldados midianitas também estavam com medo. Um falou sobre um sonho onde uma tenda Midianita foi derrubado por um pão de cevada. "Esta é outra coisa senão a espada de Gideão, filho de Joás, um homem de Israel!", O soldado Midianita chorou. "Na sua mão Deus entregou Midiã e todo o acampamento."

Ouvindo isso a fé de Gideão foi renovada. Com seus 300 homens armados com nada mais do que trombetas e tochas escondidos dentro de jarros de argila, os israelitas se arrastaram para os arredores do acampamento Midiã. Por sinal, os israelitas quebraram os cântaros, revelando as tochas, e tocaram as trombetas, gritando "A espada do Senhor e de Gideão!"

Sua poderosa força tinha sido superado por apenas 300 homens liderados por Gideão, um homem de Deus.

Surpreso e pensando que estavam a ser emboscado por um grande exército, os midianitas entraram em pânico, lutando uns contra os outros antes de eventualmente fugir para a noite. Sua poderosa força tinha sido superado por apenas 300 homens liderados por Gideão, um homem de Deus.

Ouvir a Sua voz

Ouça a voz de liderança de Deus em sua vida. À medida que avançamos no dia a dia, podemos nos sentir como nos deparamos com paredes e obstáculos intransponíveis; momentos em que vemos o nosso inimigo - o pecado que está profundamente enraizado em nós - e nós tornamo-nos tentados a sentir medo de que não tem chance de vencer esta batalha. Mas Ele sabe quem somos e Ele nos escolheu antes do início do tempo para emergir, como prevalecer sobre o nosso pecado que habita! Quando colocamos Deus no comando de liderar nossas decisões, nós nos tornaremos vencedores!

Você pode ler toda a história inspiradora de Gideão em Juízes 6-8.