O evangelho de Natal

O evangelho de Natal

Publicado: sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Provavelmente não existe uma mensagem, que teve tanto significado para a humanidade como a que os anjos anunciaram na cidade de Belém a mais de dois mil anos atrás.

 « Aconteceu  naqueles dias, que foi proposto um  decreto na parte de Augusto César, em que todo mundo fosse registrado.  Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria. E foram todos registrados, cada um em sua cidade. E José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi, para ser registrado com Maria, sua esposa, casada com ele, a qual estava grávida.”

E, aconteceu que, estando eles ali, se cumpriu os dias em que ela deveria dar a luz.  Deu a luz a um filho primogênito, e  envolve-o nos panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na pousada.

Pois nasceu na cidade de Davi , um salvador, que é CRISTO o senhor. Este será um sinal: encontrareis  o menino enrolado em panos, e deitado numa manjedoura. E, de repente, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, e paz na terra, boa vontade para com os homens! Aconteceu que, quando os anjos se retiraram deles para o céu, disseram os pastores uns aos outros: Vamos já até Belém, e vejamos o que aconteceu, E o que o Senhor lhes disse. E foram apressadamente, e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura. E quando eles  viram-o, foi então que levaram ao conhecimento sobre o que haviam falado a respeito desse menino. E todos os que ouviram se surpreenderam com o que os pastores lhes diziam. Mas Maria guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração.

 

Evangelho de Lucas 2, 1-19
-

¡brunstad.org deseja um abençoado natal a todos os seus leitores!