Por que você nunca deve perder na batalha contra o pecado

Por que você nunca deve perder na batalha contra o pecado

Escrito por: Brian Janz | Publicado: sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Nunca pecar novamente. Nem uma única vez.

Jesus nos chamou para viver uma vida sem pecado, perfeito em justiça. (Mateus 5:48) Mas muitas vezes você experimenta que a justiça não vem sem uma luta. E às vezes essa luta não é uma luta fácil de vencer. Não é incomum experimentar que, apesar de tentar ser justo, você cai. Você peca. Você perde a batalha.
O cristianismo é a guerra. Mas esta guerra é diferente de qualquer guerra que foi travada antes. Nossa guerra não é contra pessoas, mas contra os poderes espirituais do mal e os governantes da escuridão. É contra as próprias paixões e desejos dentro de nós que vai nos levar ao pecado. (Efésios 6:12)

A guerra, você pode pensar, é um assunto confuso. Há um monte de idas e vindas. Você ganha alguns, você perde outras. Você dispara um tiro. Você dispara outro. Você bateu. Você sente falta. Você pega uma bala. Você cede ao pecado. A guerra, você pode pensar, não se ganha sem algumas perdas.

Então você fica ali na lama e no sangue quando as forças do pecado começam a passar mão em sua vida. Uma batalha perdida ou uma batalha ganha. Você vai ganhar a guerra no final. Você fecha os olhos. Você pede ao General Seu perdão. Você espera esta batalha terminar, assim você pode tentar a sua sorte na próxima.
Mas se levantar, cadete. Essa não é a guerra que estamos lutando aqui.

Triunfar em Cristo

Para que estamos sendo chamados? Será que Deus não prometeu levar-nos sempre em triunfo em Cristo? (2 Coríntios 02:14) Será que Deus não prometeu esmagar Satanás debaixo dos nossos pés em breve? (Romanos 16:20) Será que o Deus de milagres não faz o que prometeu e levar-nos na guerra sem tropeçar? Sem perda? (2 Pedro 1:10)

O cristianismo é a guerra. Mas essa guerra pode ser travada sem derrota.

"Sempre nos conduz em triunfo em Cristo", significa exatamente o que diz. Você não precisa perder uma batalha aqui e ali. Você não precisa deitar-se na lama da vergonha e da humilhação e derrota, depois de ter cedido ao pecado mais uma vez. Você não precisa sempre pensar a si mesmo, "Oh está bem, há sempre próxima vez."

Para que estamos sendo chamados? Não somos chamados a ser santos como Ele é santo? (1 Pedro 1:16) Não somos chamados a ser puros e irrepreensíveis? (Efésios 5:27) Será que não estamos sendo chamados a ser perfeitos? (Mateus 5:48)

O cristianismo é a guerra. Mas essa guerra pode ser travada sem derrota. Os que realmente entendem isso dominam o campo de batalha como conquistadores em cavalos brancos; eles montam para matar e destruir o inimigo, sem nunca tomar um único golpe. Estes são os cristãos que tenham entendido o que significa a guerra. Estes são os cristãos que sabem que a batalha nunca precisa ser perdida. Estes são os cristãos que sabem que Cristo leva-os para aperfeiçoar a vitória sobre o pecado.

Quando o diabo rugir, ruja de volta

Não dê clemência. Não mostres misericórdia. Nunca se renda.

Seja implacável. Seja perseverante. Perseguir seus inimigos com um zelo ardente e fogo que o consome com ódio por tudo o que não é de Cristo. Perseguir os pensamentos pecaminosos que surgem em você e colocá-los à morte. (Colossenses 3: 5) pregá-los com firmeza para a cruz antes que eles tenham uma chance de te atacar. Antes que eles tenham a chance de levá-lo ao pecado.

Balance sua espada e não te detenhas. Não dê clemência. Não mostres misericórdia. Nunca se renda. As forças de Satanás podem parecer fortes e as tentações que se levantam em vocês são inimigos perigosos. O próprio Satanás vai sobre como leão que ruge, o inimigo mais perigoso de todos. (1 Pedro 5: 8) Mas se levante, soldado. Quando os rugidos diabo vierem em você, então olhá-lo nos olhos e de um rugido de volta. Você é um cristão. Forte como ele pode ser, você tem todo o poder de Deus do seu lado.

E qual é o resultado disso? Qual é o resultado de travar uma guerra perfeita sem derrota? Sem dar chão? Sem um único momento de hesitação ou dúvida em seus ataques?

Nunca deitar-se na lama da vergonha e pesar novamente.

O resultado é todas as promessas que Deus dá àqueles que são fiéis. O resultado disso é uma abundância de paz, de alegria, de todas as virtudes de Cristo. O campo de batalha não é ilimitado. Quando você coloca à morte do pecado que se levanta em você e outra vez seus cadáveres não se levantam novamente. O campo de batalha se torna mais claro. O objetivo torna-se mais perto.

E, como o campo de batalha esvazia há espaço para algo mais para entrar. Amor. Bondade. Paciência. Bondade. Longanimidade. Compaixão. Alegria. Gentileza. Fidelidade. Você se torna transformado. Você se torna semelhantes a Cristo. Natureza divina. (2 Pedro 1: 4)

Essa é a batalha, essa é a guerra, esse é o prêmio. Nunca deitar-se na lama da vergonha e pesar novamente. Não é para isso que somos chamados. Somos chamados a ser guerreiros. Somos chamados a ser conquistadores. Somos chamados para governar o pecado em nossas vidas e não deixá-lo viver. (Romanos 6:12) Somos chamados para obter a vitória.

Sempre.