Propriedades de um cristão

Propriedades de um cristão

Escrito por: Tielman Slabbert | Localizar: Vanderbijlpark, Südafrika | Publicado: segunda-feira, 24 de setembro de 2012

No que reconhecemos um cristão? Podemos reconhecer diferenças entre cristãos verdadeiros e aqueles que não o são?

Antes de ler este artigo, recomendamos “Seja um cristão verdadeiro” para leitura.

A definição de um cristão

O nome „Cristão“ foi dado primeiramente aos discípulos. Atos 11,26. Então, um cristão é um discípulo. As condições para se tornar um discípulo estão descritas em Lucas 14,26-27 e 33: „Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.“ A definição em relação a seus próprios pais, o cônjuge, os filhos, as propriedades e o futuro, deve ser relacionado ao que Cristo nos ensina.

Um cristão é uma pessoa livre

Um grande engano está em acreditar que um cristão é o mesmo que um dito „pecador agraciado“, que precisa continuar a pecar. Nos versos seguintes a vontade de Deus para a nossa vida se torna clara, quando se trata do pecado:

„Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis.“ 1. João 2,1. „Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno.“ 1. João 2,13. „E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, …“ 2. Coríntios 2,14.

Um cristão tem uma consciência boa. Ele colocou seu passado em ordem. Ele não faz mais injustiças no oculto. Todos os seus pecados são perdoados. Ele está ancorado em Deus, e construiu a sua casa sobre a rocha, que é Jesus Cristo. Ele é inabalável.

Um cristão não é apenas um visitante dos cultos

Ser cristão não significa ser um visitante de cultos religiosos, alguém que prefere ir a reuniões cristãs ao invés do entretenimento do mundo, mas que no demais é igual a todas as outras pessoas. Absolutamente não! Um cristão é alguém que coloca a sua vida em perfeita sintonia com a palavra de Deus e sua vontade. Ele é justo, onde outros são injustos; ele é paciente onde outros são impacientes; ele é travalhador onde outros são preguiçosos, ele é correto onde outros não o são. Ele diz a verdade com franqueza, onde outros lisonjeiam, fingem ou mentem. Ele é manso e tranquilo, onde outros são explosivos e impetuosos, etc. etc. 1. Pedro 1,15.

Um cristão é livre do que é próprio

Ser cristão significa ser totalmente livre do que é próprio. Significa que começamos a pensar nas necessidades dos outros, como Deus opera no coração: O que é bom e prático para os outros, o que é para vantagem deles? Então ajudamos eles, tão bem quanto podemos, para que o alcancem. Cristianismo significa servir e dar – dar tudo o que temos, seja em bens espirituais como também em bens materiais. Essa é a natureza do amor. Romanos 15,2+7.

Um cristão não se deixa influenciar pelo espírito do tempo

Um cristão é alguém que não é influenciado pelo espírito do tempo. Muitas pessoas nesse mundo vivem em pecado. Eles fazem o que as suas paixões e concupiscências dizem, e apenas poucos pensam que isso é errado. Estes são influenciados por um espírito; esse espírito é chamdo de „espírito do tempo“. É muito difícil resistir esse espírito. O que é considerado „moda“ por alguns é a representação desse espírito.

Uma pessoa descrente pode ser comparada a uma marionete. Sempre quando uma ou outra força é aplicada sobre os fios, ela precisa dançar e pular, se ela quer ou não. Um cristão tem a Cristo como único senhor e mestre, ele não obedece outras forças. Ele não obedece a moda ou ao espírito do tempo, mesmo que os outros o façam.

Um cristão é justo

Ser um cristão significa que se é justo em todas as coisas. Por isso, se alguém roubou algo, ou tem feito coisas injustas, vai colocar isso em ordem, tão logo se torna um cristão. Quando ele deve dinheiro, vai fazer tudo que for possível para devolver rapidamente. Nenhum caminho passa por isso. Nesse sentido não adianta de nada invocar o trabalho de reconciliação de Jesus. Se ele não praticar a justiça ele não é um cristão e não vai herdar o reino dos céus. „sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.“ 1. João 2,29.

Através de uma vitória crescente sobre suas paixões e concupiscências, um cristão começa a ter paz perfeita em seu coração e sentimento. Da mesma forma que sua vida é purificada com a ajuda de seu salvador, ele passa a ter uma perfeição e ser crescentemente irreprensível. Ninguém pode continuar a apontar sobre surtos de pecados como raiva, ira ou injustica com os dedos.

Quando o cristão começa a aprender a dar cada vez mais valor para a força do Espírito Santo, então obviamente ele se torna cada vez mais forte, através desse espírito. Ele consegue suportar rumores bons e maus além de provas e sofrimentos. Isso ele consegue por ter certeza de servir a um Deus fiel. Onde antes era impossível para ele, agora ele pode vencer. Isso chama atenção daqueles que querem mesmos viver uma vida de vitórias.

Um desenvolvimento constante

Não podemos esperar ter vitória sobre todos os pecados de uma vez, e por isso está escrito: „Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. 1. João 2,1-2.

Não obstante, é muito importante para um cristão não se conformar com as derrotas, e com isso se tornar descuidado e indiferente. Ele nunca pode deixar de ter coragem na luta contra o pecado, porque precisamos de tempo para ser vencedores sobre o pecado. Ele precisa continuar a viver em esperança e fé, até que alcance uma vida de vitória. Isso acontece através da ajuda da força do espírito santo, e em obediência em relação a ele. É uma ajuda muito especial encontrar-se com cristãos que tem o mesmo desejo, e também tem o desejo de ter vitória sobre o pecado. Essas pessoas são guiadas por seu bom pastor Jesus Cristo, ao o seguir nas suas pisadas.

O salário de um cristão

Se um cristão é fiel em relação a Deus, obedecendo os mandamentos que lhe foram dados através de Jesus Cristo filho de Deus, ele é recompensado com a vida eterna.

João. 3,36: Wer an den Sohn glaubt, der hat das ewige Leben. Wer aber dem Sohn nicht gehorsam ist, der wird das Leben nicht sehen, sondern der Zorn Gottes bleibt über ihm.

João 4,14: „Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.“

Apocalipse 20,12-15: „E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.