Seguir os sonhos ou o seu chamado?

Seguir os sonhos ou o seu chamado?

Escrito por: Øyvind Johnsen | Publicado: segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

No mundo da publicidade muitas vezes tem o apelo: Siga teus sonhos! Deixe teus sonhos se tornarem realidade! Ouse seguir teus sonhos! Tacitamente a realização dos nossos sonhos é relacionada a felicidade. Nós vamos ver que existem razões para colocar um ponto de interrogação atrás de tudo isso.

Justamente quando jovem é que costumamos ter muitos sonhos. As vezes são sonhos de uma carreira, sucesso no esporte, na profissão ou como artista. O alcançar dos nossos sonhos, no entanto, está sujeito a muitas condições e situações que estão alheias a nossa vontade. A isso contam as condições econômicas, próprias habilidades, o meio social e outras condições para realizar os sonhos. Sendo assim são muitas as incertezas relacionadas ao poder realizar dos nossos sonhos. É muito incerto poder alcançar aquilo que estamos sonhando. Porque não somos apenas nós, mas também outros que tem os fios nas mãos.

Da mesma forma como em uma situação de profissão existem condições, também na vocação celestial existem condições que precisam ser cumpridas.

Mas não é assim com o chamado celestial. Aqui está a pergunta, se queremos seguir a Jesus, nos tornar seus discípulos, andar nas suas pisadas e sermos a sua imagem e semelhança. 1. Pedro 2,21:
Por isso, irmãos santos, participantes da vocação celestial“, escreve o autor do livro dos Hebreus no capítulo 3, 1. Essa é a maior vocação que um homem pode receber na terra. Da mesma forma como em uma situação de profissão existem condições, também na vocação celestial existem condições que precisam ser cumpridas. Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo., diz Jesus em Lucas 14,33. Assim é impossível ser discípulo de Jesus sem ter negado tudo nesse mundo. Mas se fizermos isso, então podemos. Aqui nós mesmos temos as rédeas nas mãos, pois podemos escolher e pagar o preço para cumprir com as condições. A força e a graça para realizar isso está a disposição com aquele que nos chamou.

Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.“ Efésios 2,10. Assim somos criados para algo significativo. Então, quando achamos as obras que Deus nos preparou e as cumprimos, nossa chamada celestial passa a ser realidade, e nossa vida pode se tornar de grande bênção e ajuda para as pessoas ao nosso entorno, bem como para a nossa própria felicidade.

Através dos nossos sentidos, o dom de poder imaginar algo, o inimigo encontra o acesso á alma, e seduz o homem para que ele seja enganado por seus próprios desejos, da mesma forma que foi com Eva. O poder da mentira tem amplo acesso para o sentido humano através „do sonho por vida melhor“. 2. Tess. 2,10. Porque a corrupção segue as concupiscências do engano, a maioria das pessoas tem que olhar com horror para o passado de suas vidas. Seus sonhos foram bolhas de sabão que estouraram. Suas energias, tempo e habilidades foram ofertadas no altar da vaidade.

Somos chamados para algo significativo.

Paulo estava entusiasmado pelo seu chamado celestial. Não era qualquer sonho que foi a força motriz na sua vida, mas sim um desejo íntimo de ser um discípulo de Jesus, e servir a Deus com tudo que havia nele. Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.“ Filipenses 1,20. O seu desejo e sua esperança estavam ancorados em algo completamente acessível, e ele estava disposto a pagar o preço.

Enquanto é altamente incerto alcançar os nossos sonhos, e com isso muito provável que ficamos decepcionados se construímos sobre isso, é 100% certo que podemos realizar a nossa chamada celestial, se apenas formos dispostos a pagar o preço. Nesse caminho ninguém nunca ficou decepcionado. Nós temos a escolha!