Sempre paz!

Sempre paz!

Escrito por: Aksel J. Smith | Publicado: sexta-feira, 14 de outubro de 2016

«Ele mesmo, o Senhor da paz, dê a paz, sempre e em todas as formas! Que o Senhor esteja com todos vos!» 2. Tessalonissenses 3,16.

Imagine, receber essa paz celestial em seu coração, uma paz que permanece lá para sempre, em todos os aspectos e em todas as circunstâncias! Sim, é a nova vida natural que o Senhor da paz quer nos dar. Tudo o resto torna-se estranho e não natural. O Reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo. (Romanos 14.17) Qualquer outra coisa não é consistente com este reino abençoado.

Imagine, receber essa paz celestial em seu coração, uma paz que permanece lá para sempre, em todos os aspectos e em todas as circunstâncias!

«Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.» Mateus 5,9. Os outros levam um nome diferente. O mundo inteiro está cheio de revolta, inquietação e preocupação. «Não há paz, diz o Senhor, para os ímpios.» Isaias 48,22. Seu mestre não tem paz para dar-lhes, apenas tem o oposto.

O Senhor da Paz, Jesus Cristo tinha paz sempre. Ele era o mestre sobre todas as situações. Jesus estava na popa, dormindo, quando os discípulos estavam cheios de ansiedade e medo da tempestade. Jesus lhes disse: «Por que tendes tanto medo? Ainda não tendes fé?» Marcos 4,37-41. Jesus chamou de descrença o fato de eles terem medo. Se vivemos em uma relação de confiança infantil com Cristo, sabendo muito bem que ele nos conhece, nos ve, nos ama e prepara tudo, para que tudo sirva para o nosso bem, então a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará os nossos corações e os nossos pensamentos em Cristo Jesus. (Felipenses 4,7).

«Bem-aventurado o homem que confia no Senhor, e deixa que o Senhor seja a sua confiança.  Pois será como a árvore plantada junto a água e atira raízes para o ribeiro. Ele não teme quando vem o calor. Sempre tem a folha verde. Não se preocupa por anos secos e não deixa de dar fruto.» Jeremias 17,7-8. Sim, assim é na prática com todos aqueles que confiam no Senhor e cuja esperança é o Senhor. Eles são preciosos aos olhos do Senhor e se destacam como o sol bom e caloroso, neste mundo escuro e frio.

A paz não pode ser dissociada da justiça, de guardar seus mandamentos.

O Senhor da paz dá a sua paz para os seus irmãos, a aqueles que o amam e guardam os seus mandamentos, aqueles que fazem o que ele pede. (João 14.21; João 15.14) A paz não pode ser dissociada da justiça, de guardar seus mandamentos. Por isso, diz: «Ah, se prestasses atenção aos meus mandamentos! A tua paz seria como um rio, ea tua justiça como as ondas.» «Muita paz têm os que amam a tua lei, e não há nenhum obstáculo para eles.» Salmo 11,165.  «Quem tem uma mente fundamentada, a ele é permitido que sempre tenha paz, pois nele Deus deposita sua confiança.» Isaias 26,3. Sim, como é seguro e bom, ter sua mente fundamentada em Cristo, então temos sempre a paz. Não devemos deixar que os nossos pensamentos vaguem para lá e para cá como os gentios, disse Jesus. (Lc 12,29)

«E quem de vós, por preocupar-se, pode acrescentar um só côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, porque sois preocupado com as outras?» Lucas 12,25-26. Nós nao conseguimos nada para o benefício e prazer para nós mesmos ou de outros por turbulência e preocupação, mas por uma fé viva a vida se torna rica e interessante com grande alegria e paz em uma viva esperança!

Em um quartel-general de guerra, para vencer a guerra externamente deve haver paz internamente. Assim também em nosso coração para ter a vitória na guerra do Senhor. Por isso, diz: «Sobre tudo o que deves guardar, guarde o teu coração, porque dele procedem as saídas a vida.» Prov. 4,23.

Paz e santificação caminham juntas.

Se queremos ter paz sempre, devemos entregar tudo. Enquanto nós, por exemplo, temos exigências e buscamos honra, é impossível manter a paz. Antes de começar a santificação , o Deus de paz têm que santificarnos totalmente em espírito, alma e corpo. Somos então separados e circuncidados no coração e na mente para servir a Cristo e ser trabalhados por ele.

Paz e santificação caminham juntas. Se você quer ter paz sem a santidade, se torna um que dos mortos repousará, entre fantasmas. (Provérbios 21,16) Na Bíblia norueguesa diz: «Um homem, que se desvia do camino da sabedoria, repousará nas Assembléias de fantasmas.» Ali descansa a maioria hoje. Os pregadores colocam seus membros«debaixo do sangue», onde podem seguramente descansar em todos os tipos de pecados. Só tendo um tempo para respirar antes de morrer, e já eles estarão com a noiva de Cristo. Tanto no velho como no novo testamento houve profetas mentirosos em sua maioria.
«Segui a paz com todos, e a santificação. Sem a qual ninguém verá o Senhor.» Hebreus 12,14. «Se possível, manter a paz com todos os homens, na medida em que depende de você!» Romanos 12,18.  Se não estamos adequadamente liberados do mundo e das coisas do mundo, surge constantemente turbulência em torno de nós, também sobre bobagens.

Leia Romanos 14 e veja como Paulo exorta para manter a paz com os seus irmãos embora estes sejam mais fracos na fé e não tomem as coisas da mesma maneira como um mesmo as toma. Ele escreve em Romanos 14.19: «Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação mútua.»

Jesus é chamado o Príncipe da Paz. O Milênio será um Reino de Justiça e Paz que ele irá edificar juntamente com todos aqueles que receberam este reino neles agora. «Atenta para o irrepreensível, e olhe para os retos! Porque o futuro desse homem será de paz.» Salmos 37,37.

 

Este artigo foi publicado anteriormente no folheto «Tesouros Escondidos» em junho, 1968.
© Copyright Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag