Um espírito de fé: Tome a Terra Prometida

Um espírito de fé: Tome a Terra Prometida

Escrito por: Milenko van der Staal | Publicado: terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Quando temos um espírito de fé, Deus pode nos ajudar a superar obstáculos aparentemente insuperáveis.

Os doze espias voltaram de espiar a terra de Canaã para reportar a Moisés e ao povo de Israel. O povo estava ansioso. O próprio Deus os havia levado do Egito, e finalmente chegou o momento da verdade. Quarenta dias atrás Moisés tinha enviado os espiões, com instruções para descobrir o que pudessem antes que os israelitas entrassem na terra para tomá-la como sua. Suas palavras de despedida foram, “Tenham bom ânimo. E tragam alguns dos frutos da terra.” (Leia Números 13 e 14)

E aqui estavam eles, carregando um cacho de uvas tão grandes que entre dois homens tiveram que levá-lo! “Nós fomos para a terra onde você nos enviou. E realmente flui leite e mel, e este é o seu fruto.” Excitadamente, as pessoas se reuniram para ver de perto. Todos queriam ter uma parte da fruta.

A terra prometida

No Novo Testamento também nos foi dito tomar uma Terra Prometida. Como cristãos, temos as maiores e mais preciosas promessas: terminar com o pecado e ser participantes da natureza divina. (2 Pedro 1: 3-4) Os frutos desta terra são as virtudes e bênçãos que recebemos: amor, alegria, paciência, bondade e paz. Quem não’quer escolher isso?

Mas a alegría dos israelitas’ não durou muito’. Os espias também tinham encontrado os habitantes da terra: pessoas fortes que moravam em cidades fortificadas. O relatório deles foi sombrio:“A terra por onde passamos como espias é uma terra que devora seus habitantes, e todo o povo que vimos nele são homens de grande estatura. …Nós éramos como gafanhotos em nossos próprios olhos, e assim nós estávamos em seus olhos.”

O povo de Israel afundou no desânimo e chorou durante toda a noite. Todos os seus sonhos tinham chegado a isso? Teriam realmente sofrido tantas dificuldades, só para ser frustradas no limiar da Terra Prometida?

Você acredita?

Muitas vezes pode parecer assim em nossa vida cristã também. Abandonamos nossa velha vida para seguir Jesus, com grandes esperanças de uma vida melhor. Mas, então, nosso inimigo, o pecado em nossa natureza, aparece como grande e ameaçador, aparentemente impossível de superar. Começamos a sentir que ser cristão custa muito; Isso é’ muito trabalho, afinal de contas. Por que Deus não’nos ajuda?

Deus não pode’ajudar aos que ’não querem crer. Ele tem muito respeito pelo livre arbítrio que Ele nos deu. De fato, sem fé, é impossível agradar a Deus. Por outro lado, Ele recompensa ricamente aqueles que diligentemente o buscam. (Hebreus 11: 6)

Josué e Calebe, dois dos espiões, falaram. “Se o Senhor se agradar de nós, então nos fará entrar nessa terra e a dar-nos-á … Não vos rebelais contra o Senhor, nem temais o povo da terra, porque eles são o nosso pão; Sua proteção se apartou deles, eo Senhor está conosco.”

Você poderia pensar que o povo tomou coragem, lembrando-se das promessas que Deus tinha feito e dos milagres que tinham visto Ele realizar. Mas não. Por causa da incredulidade, quando surgiu resistência, preferiam ter apedrejado esses homens de fé antes que tomar uma batalha e lutar pela Terra Prometida.

A fé é uma escolha

Mas então Deus entrou em cena. Ao não crer Nele, o povo de Israel estava negando o poder ’e a glória de Deus. Sua justa ira se acendeu contra eles e jurou que ninguém com mais de vinte anos jamais entraria na terra, mas todos eles iriam perecer no deserto.

Com duas exceções: “Meu servo Calebe, porque tem um espírito diferente nele e me seguiu completamente, eu trarei na terra onde ele foi, e seus descendentes a herdarão. … Exceto por Calebe e Josué, de modo algum entrareis na terra que jurei que vos faria habitar.”

Este espírito diferente era um espírito de fé. Fé significa não olhar para o que é visível, mas crer que Deus é Todo-Poderoso. Fé significa ser obediente mesmo quando não pudermos ver os resultados. Fé significa ação. A fé dá resultados.

Deus quer que nósescolhemos a crer,e escolhemos a obedecer. Ele quer que sacrifiquemos algo. Deus estava com Josué e os israelitas, mas eles tinham que mostrar que eles queriam. Na conquista de Canaã que seguiu a queda de Jericó, nenhuma cidade foi tomada sem uma luta.

Provando a fruta

Nesse mesmo espírito de fé lutamos nossa própria batalha contra o pecado em nossa natureza. Devemos abandonar nossa própria vontade e desejos pecaminosos. Ele nos dá força quando diligentemente o buscamos na fé, e quando vencemos, toda a glória será dEle.

Nada é tomado sem uma luta, mas quando lutamos, não há nada que não possamos tomar. Um por um os inimigoscairão diante de nós. Então faremos mais do que ver os“frutos do país” a distancia.  Amor, alegria, paz e todas as virtudes—teremos em nosso alcance e as provaremos. A Terra Prometida será nossa.