„Deixe-nos andar também em Espírito!”

„Deixe-nos andar também em Espírito!”

Escrito por: Jan-Hein Staal | Localizar: De Schermer, Niederlande | Publicado: terça-feira, 21 de maio de 2013

„Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito!“ Nesse comentário Jan-Hein Staal esclarece o significado de pentecostes, o fim de semana de pentecostes e tão somente o Espírito de pentecostes, de uma maneira excepcional.
 

O fim de semana de pentecostes já está atrás de nós. É muito diferente o que as pessoas retiram desse fim de semana. Para muitos são apenas alguns dias de férias, para os quais se deseja tempo ensolarado.
Muitos cristãos se encontram em pentecostes, para ter alguns dias edificantes. Mas acaba sendo uma demanda indefenida por uma inspiração, ou experiência, no que diz respeito á que os primeiros discípulos experimentaram em Jerusalem.

O Espírito Santo. Muitos pensam particularmente em milagres, curas ou dádivas que o Espírito Santo pode dar. Isso o Espírito Santo também pode nos dias atuais. Mas muito mais importante é que a palavra de Deus nos pode dar pensamentos claros, sobre o trabalho do Espírito Santo na nossa vida diária, como cristãos, no ano de 2010.

Andar em Espírito, siginifica que utilizemos essa força, para negar o mau, que mora na nossa carne, e escolher a fazer a vontade de Deus.

O que mora em uma pessoa. „ Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?“, escreve Paulo aos cristãos em Corinto. Teu e meu corpo – nosso corpo – é todavia um templo, onde o Espírito Santo gostaria de determinar tudo. Simultaneamente a bíblia nos ensina que outras forças moram no meu e no teu corpo – forças da maldade, amargura, desanimo e impureza, forças que são mais fortes que nós mesmos. Então é claro que, como cristãos, não podemos simplesmente fazer o que queremos, e que não podemos simplesmente viver ao acaso. Mesmo já tendo havido alguma experiência com o Espírito Santo.

Luta diária no interior. Se o Espírito Santo mora em nós, mas simultaneamente também essas forças pecaminosas, então todo o dia surge uma luta forçada no nosso interior, e temos que fazer uma escolha. Essas forças pecaminosas são as mesmas, que Paulo chama „Concupiscências da carne", se lemos em continuação em Gálatas 5: „Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro.“

Se andamos em Espírito, crescem frutos maravilhosos no nosso interior; os frutos do Espírito como alegria, paz, amor e fidelidade.

A força atuante do Espírito e os frutos do Espírito. Aquele que é honesto, sabe muito bem para onde essas concupiscências da carne nos conduzem. O Espírito Santo quer muito que nunca cedemos ás forças más do pecado, que moram em nós. O Espírito Santo é um professor que nos ensina na verdade, a fazer o que é agradável a Deus. Deixe-nos, não apenas viver em Espírito, mas também andar em Espírito. Andar em Espírito significa que nos munimos das forças que há nele, todos os dias. Andar em Espírito significa que aproveitamos a força para descartarmos o mau, que mora em nós – na nossa carne – e escolher, fazer a vontade de Deus. (Leia no 5 capítulo da carta aos Gálatas.) E o mais glorioso é, que frutos maravilhosos crescem em nosso interior, se andarmos em Espírito; frutos do Espírito como alegria, paz, amor e fidelidade.

O fim de semana de pentecostes já passou. Eu e você, sejamos pessoas em 2010, nos quais o Espírito Santo possa fazer o trabalho, que o Espírito Santo gostaria de fazer.