Chegando a uma vida de esperança

Chegando a uma vida de esperança

Escrito por: Rachel Williams | Publicado: quarta-feira, 15 de outubro de 2014

«"Eu não sou o suficiente boa. Eu não me encaixo. Ninguém me ouve. Por que eu vivo? A vida têm algum propósito?»

Grande parte da minha vida foi  atormentada por pensamentos negativos. Esses pensamentos foram muito destruidores para mim. Sentia que não era o suficiente boa, e que não me encaixava em nenhum lugar. Sentia-me sozinha nesse mundo.

Quando cheguei aos 40 anos, mais que qualquer outra coisa, desejava ter uma vida feliz, e bem sabia como ter uma vida feliz. Enquanto procurava uma resposta, mais frustrada e deprimida eu ficava. Tentei muitas coisas para me livrar desses pensamentos sombrios. Não posso dizer que tinha falta de conselhos, no entanto, nunca uma solução.  Sentia-me presa e sem esperança.

Não posso dizer que tinha falta de conselhos, no entanto, nunca uma solução.

Então um dia alguém me recomendou ir visitar o site na web brunstad.org. Mesmo tendo me criado em um lugar cristão, sendo adulta, não me interessei pelo cristianismo. A página na web causou-me um impacto maior, ao que poderia ter esperado ou imaginado. Li artigos escrito por pessoas «normais» sobre como chegar a uma vida de esperança. Seus testemunhos eram tão reais e vivos, que percebi que era porque viviam a vida que falavam. As lágrimas correram pelo meu rosto; isto era o que eu estava procurando.

Li o que mais pude da página de  brunstad.org, e li na palavra de Deus. Pela primeira vez recebi fé, que podia transformar-me; que podia receber vitória sobre o pecado e ser livre do que me atormentava. Essa era a solução que eu estava procurando, e soube imediatamente que tinha que ir em frente. Entendi que teria que renunciar  a tudo – todos os meus velhos costumes – E servir ao meu pai celestial. Sabia que essa era a única maneira de ir em frente e vencer minha depressão. Tinha encontrado um segredo que queria gritar aos quatro vetos. Tinha 45 anos, mas me sentia como um adolescente que acabava de dar seu coração a Jesus. Foi tão libertador! Pela primeira vez senti que tinha um futuro e uma esperança.

Pela primeira vez senti que tinha um futuro e uma esperança

Clamei a Deus para perdoar os erros que cometi e as injustiças que eu tinha cometido. Eu prometi  ir em frente com fé e ser obediente a sua orientação. Uma e outra vez eu ouvi as palavras, "você não será envergonhado", e "nunca olhar para trás!".  Ter vergonha e olhar para trás, somente me arrastaria para baixo. Eu sabia que, se nessa nova vida era para mim ter sucesso, tinha que obedecer o que está escrito em Efésios 4: 22-23:: «E vos renoveis no espírito da vossa mente;E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade, e renovas o espírito de vossa mente» O «velho homem» é minha velha maneira de pensar. a forma que acostumava ser antes de ter entregue meu coração a Jesus. Mas agora Jesus tinha enchido meu coração por completo. Sentia que essa era a direção correta,  e estava disposta a fazer tudo o que fosse preciso para mudar minha vida

Depois de me reconciliar com Deus, pedi a meus três filhos adultos perdão, pelo efeito que minha vida teve sobre eles. Disse-lhes que Deus me ajudaria a me converter em uma nova pessoa. Não podia arrumar o passado, mas poderia mudar o presente e o futuro com as decisões que tinha tomado. O versículo em Romanos 8,31 foi de grande ajuda para mim: «Se Deus é por nós, quem será contra nós?»

Ao acordar cada manhã dou graças  a Deus por esse dia. «Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.Salmos 118:24. Lhe dou graça pelas oportunidades que Ele me envia no meu caminho, e peço a Ele para ser cheia de espírito e sabedoria, para poder vencer a fidelidade que vive dentro de mim.

Quando os pensamentos de desesperança  e depressivos tentam entrar, peço a  Deus que me dê novos pensamentos; focar-me nas coisas boas. Estou aprendendo a pensar e cuidar dos demais, no lugar de revolver os meus próprios pensamentos e problemas. Existe muitas maneiras que tenho para abençoar  e fazer o bem, e Deus me mostra cada vez mais isso, se estou disposta a servir a Ele e não  a mim mesma.

Lhe dou graça pelas oportunidades que Ele me envia no meu caminho, e peço a Ele para ser cheia de espírito e sabedoria, para poder vencer a fidelidade que vive dentro de mim.

Cada noite reflito sobre o dia. Avalio como manejei as diferentes coisas que enfrentei durante o dia. Vejo onde posso fazer melhor. Peço a Deus por ajuda e lhe agradeço por me mostrar como fazer.

Nasci com  a natureza que tenho, mas pela graça de Deus posso ser transformada. Minha natureza própria pode morrer, e em troca posso receber uma nova natureza. Os pensamentos negativos e deprimentes são substituídos por bons pensamentos, e um dia esses bons pensamentos serão minha natureza. A vida de Cristo pode se manifestar em mim!

E se sou feliz e mais agradecida a cada dia! Nunca poderia ter imaginado a magnitude da vida que agora estou vivendo! Ainda me oprime!

 

«Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5,17.