Eu teria que mudar completamente, mas como?

Eu teria que mudar completamente, mas como?

Escrito por: Melissa Halsan | Localizar: Fredrikstad | Publicado: quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Eu acabei em coisas que antigamente nunca teria tocado! Tudo ficou obscuro para mim, o desepero ficou mais forte do que antes. Fiquei assustado com o fato do meu desenvolvimento ter acontecido, justamente do contrário, do que gostaria que fosse.

Eu cresci em um lar seguro e aberto, com pais que sempre estavam presentes e se preocupavam comigo. Minha mãe cantava todas as noites: ”Querido Deus, estou bem – obrigado por tudo que tenho recebido.” Fui batizado quando criança, confirmada, além de participar de catequeses. Eu orava a Deus, e sonhava em morar no Paraíso, da maneira como o podia imaginar em meus pensamentos infantis.

Tentando pegar o vento - Na adolescência, no entanto, fui como qualquer outro jovem: curioso, desejava aventuras, tinha desejo próprio e egoísmo. Poucas coisa me alcançavam na oposição, a qual me encontrava. Eu tinha muitos amigos, tudo ia bem comigo na escola, e nunca percebi que me faltasse algo em casa. Mas ao mesmo tempo, percebia um vazio, solidão e desespero, pelo fato de não pertencer a lugar nenhum, ao pensar na sociedade e tempo em que vivemos. Muitas vezes fiz a pergunta, se nasci em uma época errada, ou se esse tempo seria o tempo onde muito se encaminhava ao erro! Como as pessoas não conseguiam deixar a injustiça e os problemas de lado, os quais tanto destruíam?

Eu dirigia muitas perguntas ás pessoas que estavam comigo na escola: Por quê pobreza? Por quê fome? Por quê não temos mais para dar? Somos tão cínicos que nos acomodamos, e nada nos preocupa? Eu acreditava em um Deus, mas onde ele estava no mundo? Ele tinha nos abandonado, ou abandonamos ele?

Eu acreditava em um Deus, mas onde ele estava no mundo? Ele tinha nos abandonado, ou abandonamos ele?

Muitas vezes chorei, quando estava só.

Mesmo assim a vida continuava. Eu me orgulhava por organizar bem a minha vida, na escola, no trabalho e também socialmente. Rapidamente tinha uma visão de como tudo teria que ser. Eu gostava de conversar e discutir sobre assuntos que aprendíamos na escola e através da mídia. Mas o vazio e a frustração sempre retornavam a mim. Muitas vezes chorei, quando estava só, e percebi que faltava um sentido na vida. Por que eu não conseguia ter paz no meu viver?

Aos 19 mudei para outra cidade, a fim de estudar e receber novos impulsos. Agora decidi não chorar mais. Constantemente enchia meus ouvidos com música, a fim de me desviar dos pensamentos e sentimentos que tanto me torturavam.

Depois de algum tempo a inquietação interior acabou, mas simultaneamente, sumiu também a voz interior da consciência. Isso me conduziu a situações ruins, eu acabei em coisas que nunca teria tocado antigamente! Tudo ficou obscuro para mim, e o desespero ficou mais forte do que antes. Fiquei assustado com o fato do meu desenvolvimento ter acontecido, justamente do contrário, do que eu gostaria que fosse.

Fiquei assustado com o fato do meu desenvolvimento ter acontecido, justamente do contrário, do que eu gostaria que fosse.

Eu cortei todos contatos com amigos e fazia longas caminhadas, sozinha na praia. Eu cavei profundamente em mim, para me reencontrar e encontrar a vida que eu tanto queria viver. Eu teria que mudar completamente, mas como?

”Eu neguei a Jesus!”

... até que uma noite, em um sonho incrível, numa desgastada igreja de pedra: Tudo estava cinza, e as pessoas ao meu redor estavam inquietas. O chão sob os nossos pés começou tremer, fui tomada pelo medo. Eu tinha pulsações muito fortes, ventos forte atravessavam meu corpo. Então fui lançada ao chão, juntamente com as outras pessoas. Estávamos ajoelhados, como colados ao chão, sem condições de levantar devido aos fortes tremores. Atrás de mim uma mulher anciã balbuciava que Jesus deveria vir. Várias vezes tentei com muito custo levantar a cabeça para ver ... Quando as grandes portas atrás de nós se abriram, levantei a cabeça e pude ver, parte de uma mão e uma túnica. ” Aquilo era ele!?”,pensei. Então as portas bateram se fechando. ”Ele volta em três dias”, balbuciou a mulher.

”Eu neguei a Jesus!” Essas palavras queimavam em mim. Eu acordei com enorme medo! Foi um sonho comum. O corpo estava paralisado de cansaço, pela batalha que tinha acontecido em mim.

”O que eles tinham?”

Poucos dias depois ouvi de uma boa amiga na escola. Ela soube que eu morava em Tønsberg. Ela me convidou para ir a Brunstad, onde ela trabalhava voluntária durante um ano, juntamente com 400 jovens de todo o mundo. Ali conheci jovens que emanavam verdadeira bondade, alegria e pureza, enquanto estávamos juntos - isso foi o suficiente para que fosse tocada disso.

Ali conheci jovens que emanavam verdadeira bondade, alegria e pureza, enquanto estávamos juntos - isso foi o suficiente para que fosse tocada disso.

Eu nunca tinha vivenciado algo comparável! Novamente percebi um anseio forte no coração. O que eles tinham? Minha amiga contou em poucas palavras: ”Trabalhamos todos os dias para nos tornar pessoas melhores.” Continuou falando em desenvolver-se contra o espírito do tempo, ao invés de ser impulsionado por ele. – Isso eu precisava! Isso eu queria!

De início eu estava cética a respeito de pertencer a um grupo ou igreja. Durante um ano lia a bíblia zozinha, bem como as literaturas que eu recebia. Ningúem me puxou para ir ás reuniões, mas eu estava tão entusiasmada, e meu coração ardia por isso, de ouvir e aprender mais. Eu sentia que deveria estar junto com pessoas cristãs. Dessa forma procurei cada vez mais, aqueles que conhecia de Brunstad Christian Church, e também as reuniões. Sem saber o que o futuro traria, sentia uma enorme alegria! Nisso eu quero viver – a isso pertenço!

Meu anseio foi transformado, a medida que aprendi a me livrar do egoísmo, ingratidão, pensamentos maus e avareza – direcionando para mais amor, mais paciência, mais gratidão – sim, em direção á própria natureza de Deus! É impossível querer mudar o mundo inteiro – mas eu posso contribuir todo o dia para minha própria salvação, a própria transformação.

É impossível querer mudar o mundo inteiro – mas eu posso contribuir todo o dia para minha própria salvação, a própria transformação!

Pouco a pouco fiz a experiência que essa vida também é uma batalha, e de início tive muitas derrotas. As ondas de acusação e preocupações que vinham sobre mim a noite, queriam me levar ao desespero e ás trevas. As pessoas que eu via a minha volta, brilhavam de uma vida em Deus. Minha maior esperança era que seria possível para mim chegar a uma vida cheia de vitórias – uma vida que Deus pode aproveitar em sua obra aqui na Terra - nada é maior que isto! Mesmo quando me considero totalmente inútil para essa vida, contudo havia uma miséria dolorosa, por um novo tempo em meu coração, no qual eu pudesse estar, a fim de secar todas as lágrimas das pessoas, que precisam sofrer por conta da maldade e dos pecados.

Eu experimentei que a palavra de Deus é verdadeira!

Hoje eu vejo que havia uma graça imensa sobre minha vida. Deus me deu pessoas e situações, todo o tempo, para que pudesse chega a essa vida. O desenvolvimento de agora em diante, depende unicamente da minha fidelidade, em cumprir a verdade que recebi. Ele sabe o que eu preciso, e é isso que ele me dá.

Estou agradecido por todas as palavras, que me fortaleceram e impulsionaram adiante na caminho da fé. No sucesso e resistência, na doença e saúde, em tempos apertados ou na abundância das bênçãos, sim em todas as coisas eu experimentei, que a palavra de Deus é verdadeira! –Uma riqueza enorme em todas as coisas!

Eu que estava desanimada pela sociedade, o tempo e o mundo, tenho experimentado uma comunhão na fé, com amigos de todo o mundo! Deus tem me abençoado muito e de muitas maneiras.
 

Tudo está nas mãos do Senhor, como deveria ser! –Se eu creio nisso, eu sinto que, toda inquietação desaparece e é impossível não ser feliz!