O amplo impacto que um lar pode dar

O amplo impacto que um lar pode dar

Escrito por: Amberly Williams | Localizar: Vancouver, Canada | Publicado: quinta-feira, 5 de novembro de 2015

São 14.00 horas da tarde. Na casa está tudo quieto e tranquilo. Estou sentada na mesa da cozinha e aprecio os últimos minutos tranquilos com uma xícara de café.

Em  20 minutos as crianças vão invadir e preencher a casa novamente com barulho e vida.

Eu sei o que me espera: alguns dos filhos vão me contar do seu dia na escola e interromper um ao outro; outros vão me mostrar o que confeccionaram na escola; um vai ir até o computador sorrateiramente para jogar, provavelmente terá brigas e lágrimas, e naturalmente todos estarão famintos.

Enquanto preparo a comida para eles, penso sobre o meu papel como professora. Eu sinto a pressão, para atender todas as suas necessidades e eu sei que não vou conseguir com as minhas próprias forças. Eu preciso da ajuda de Deus e essa ajuda eu encontro em sua palavra.

Como usei o meu tempo no decorrer do dia? Deixei acontecer pensamentos sem sentido e alvo? Pensei somente em mim e naquilo que eu queria fazer no dia de hoje? Talvez até comparei minha família, meu lar e minhas situações com outros? Ou ao invés disso reconheci que preciso da ajuda de Deus para me libertar desses pensamentos egoístas e egocêntricos, para que eu possa aprender a servir os outros em verdade e sem reservas? Eu usei o tempo para orar pelos meus filhos, para que possam resistir as influências negativas que tem na escola? Eu mesmo tenho me edificado na fé no decorrer do dia, para que meus filhos podem perceber, ao vir para casa, que seu lar é um refúgio seguro, cheio de bondade, esperança e amor?

Nos provérbios de Salomão está escrito no capítulo 31 versículo 27 de uma mulher virtuosa:Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.”

Eu vejo essa tarefa enorme, que Deus deu a mim, e não posso levar ela de maneira leviana. Se eu ”como o pão da preguiça”, eu não posso dar alimento para meus filhos e as pessoas que estão a minha volta. Isso é uma falta para ela e para a futura geração. Mas se me mantenho próximo a Deus e me preencho com a sua palavra, ele me dará força para vencer o meu egoísmo e então posso abençoar meus filhos. Meu lar pode se tornar como um oásis no deserto!

Assim posso me alegrar com o retorno dos filhos as 14.20 horas, porque tenho uma esperança no coração, e estão preparada com a palavra de Deus. Com isso meu lar pode ser preenchido de vitória e alegria de viver!